A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

19/04/2013 14:19

André visita Bernal no Paço e fala em superar "idiossincrasias" fabricadas

Zemil Rocha e Mariana Lopes

Retribuindo visita que tinha recebido do prefeito Alcides Bernal (PP), na sede do Executivo estadual, o governador André Puccinelli (PMDB) esteve esta manhã com o progressista, no Paço Municipal. Segundo André, a visita teve a finalidade de acabar com conflitos que estariam sendo incentivados por terceiros. “Para coibir eventuais idiossincrasias que podem ter ocorrido por influência de terceiros, que ficam buzinando no ouvido dele e no ouvido meu”, afirmou o peemedebista.

Puccinelli enfatizou que, como governador, “tem que escutar todos os prefeitos, independente dos partidos, que seja do PP, PT, PSB, PSDB, PMDB”. O importante, segundo André, é buscar o entendimento em pról do interesse público. “O governador é o pai de todos os 79 municípios”, declarou ele.

A relação entre o governador André Puccinelli e o prefeito Alcides Bernal tem sido conflituosa desde a campanha eleitoral, quando o progressista venceu o candidato do PMDB, Edson Giroto. Até hoje a relação de Bernal com o PMDB é marcada por mútuas acusações, especialmente devido ao fato de os peemedebistas liderarem a oposição a ele na Câmara de Campo Grande.

O primeiro encontro oficial de André e Bernal, no mês passado, foi cercado desse clima. Bernal chegou a anunciar, através de seu líder na Câmara, Alex do PT, um “café da manhã” para receber Puccinelli no Paço Municipal. André não topou na ocasião e o progressista teve que ir até ele na Governadoria.

“Como ele fez uma visita gentil a mim, da vez anterior, disse: após a viagem, imediatamente o visitarei. Fiz a visita, conversamos algumas coisas preliminares e detalharemos depois”, revelou Puccinelli.

Já Bernal informou que conversou com André sobre parcerias, questões administrativas, segurança pública, ações na saúde e transporte. Também admitiu que falaram de “política”, mas não deu detalhes.

Indagado se tentou pressionar Bernal a ceder áreas da prefeitura para a implantação de indústrias chinesas, Puccinelli respondeu: “Não, eu não trabalho assim. Quando eu fui prefeito não gostava que ninguém me pressionasse. Tem que ser no diálogo”.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions