A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

22/05/2014 11:15

Apoio a adversários do PMDB no Estado depende de orientação nacional

Aliny Mary Dias e Kleber Clajus

O presidente regional do PMDB em Mato Grosso do Sul, Junior Mochi, afirmou nesta quinta-feira (22) que apoio de prefeitos sul-mato-grossenses a candidatos ao Governo do Estado, adversários da legenda peemedebista, depende de orientação nacional que ocorrerá durante convenção do partido.

Até o dia 10 de junho, uma convenção nacional do partido deve definir as orientações aos diretórios regionais. “Até por questão de coerência, não podemos fazer de forma diferente com nossos filiados no Estado”, diz.

Sobre possibilidade de represálias, mesmo que internas, a filiados que não apoiarem o pré-candidato do PMDB, Nelsinho Trad, Mochi negou. “Não vamos ficar retalhando ninguém. Cada um é dono da sua consciência, nesse sentido em relação a palanque. Ninguém vai ganhar eleição forçada”, dispara.

Ainda em relação ao apoio de partidários ao pré-candidato do PT, Delcídio do Amaral, o presidente regional do PMDB ressalta a necessidade de haver uma reforma política.

“Porque o cidadão quando entra no partido precisa entender que é um instrumento que tem a disposição para fazer sua carreira política. Temos que seguir orientação partidária”.

Mochi falou sobre os apoios durante o 5º Congresso Nacional de Vereadores de Mato Grosso do Su, realizado durante a manhã no auditório do Crea-MS, situado no bairro Monte Castelo.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions