A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

01/12/2010 16:39

Após denúncia de nepotismo, servidora pede demissão

Redação

Servidora comissionada do gabinete do desembargador Rêmolo Letteriello, Lyandra Fogolin Domingos Siufi pediu exoneração após o Tribunal de Justiça ter recebido a denúncia de nepotismo.

O marido Benjamin Siufi Neto é assessor jurídico administrativo do TJ. A exoneração a pedido foi publicada na edição do dia 26 de novembro do Diário da Justiça de Mato Grosso do Sul com efeito a partir do dia 24 daquele mês.

Filha do presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos, Lyandra ocupava o cargo de Assessor de Desembargador.

O Tribunal de Justiça informou que Lyandra havia sido nomeada antes de ser casada com Benjamin.

Hoje, durante a audiência pública no Tribunal de Justiça, o presidente do CDDH (Centro de Defesa dos Direitos Humanos) Marçal de Souza Tupã I, Paulo

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions