A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

26/06/2014 09:14

Artista entra na justiça e ganha R$ 700 depois de levar calote da Prefeitura

Francisco Júnior e Kleber Clajus
Diretora orienta artistas a entrarem na justiça. (Foto: Kleber Clajus)Diretora orienta artistas a entrarem na justiça. (Foto: Kleber Clajus)

Um dos mais 70 artistas regionais que levaram calote da Prefeitura de Campo Grande, conseguiu o receber o dinheiro que era devido. Por meio da Defensoria Pública, o músico Raimundo Edmário Guimarães Galvão entrou na justiça e vai receber R$ 700 referente a uma apresentação em dezembro do ano passado.

De acordo com a diretora-presidente da Fundac (Fundação Municipal de Cultura), Juliana Zorzo, o musico foi o único até agora do artistas que levaram calote que procurou a justiça para resolver a questão. “Estamos esperando que os artistas entrem na justiça e comprovem que realizaram as apresentações para que, então, possamos reconhecer a dívida e pagá-los”.

A Fundac tem orientado os artistas como proceder para receber o dinheiro devido, principalmente nos casos onde não foram encontrados o processo do convênio com a Prefeitura ou contrato da atividade artística apresentada.

O calote pode chegar a R$ 455 mil segundo a presidente da Fundac. Além dos R$ 140 mil de caches dos artistas, a Prefeitura ainda deve R$ 315 mil referentes ao fornecimento de lanches e falta de aditivos em contratos com empresas de estrutura para eventos e segurança.

As falhas na Fundac, que também incluem superfaturamento no Carnaval e contratações irregulares, podem ser objeto da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Folia, na Câmara Municipal de Campo Grande. Zorzo, inclusive, ressaltou apoio a iniciativa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions