A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

25/11/2010 10:06

Artuzi escala Uemura e ex-secretários para sua defesa

Redação

O prefeito afastado de Dourados, Ari Artuzi (expulso do PDT), escalou integrantes da família Uemura e ex-secretários para a sua defesa na Câmara Municipal.

Artuzi, que está preso desde setembro, é alvo de uma comissão processante devido às denuncias da Operação Uragano, realizada pela PF (Polícia Federal). A ação revelou fraudes com o dinheiro publico e pagamento de propina a vereadores.

Ao todo, a defesa do prefeito afastado arrolou dez pessoas, que devem depor a partir das 8h de amanhã. A comissão vetou três, por se tratar de vereadores afastados e também denunciados na Uragano. Foram indicados Gino Ferreira (DEM), Dirceu Longhi (PT) e Humberto Teixeira Júnior (PDT).

A comissão manteve os nomes de Sizuo Uemura, Eduardo Uemura, Ademir Osiro, Tatiane Moreno (ex-secretária de Administração), Alziro Moreno (ex-procurador do município), Áureo Garcia Ribeiro Filho e Darci Caldo (que foi secretário de governo ate julho de 2009). Tatiane,Alziro e Darci deixaram o primeiro escalão da prefeitura após prisões.

Já a família Uemura foi alvo da PF (Polícia Federal) no ano passado. A operação Owari revelou fraudes em licitações envolvendo os empresários e a prefeitura de Dourados.

Após a prisão de Artuzi, em setembro deste ano, a justiça determinou o afastamento do prefeito do cargo e alertou que ele poderia manipular provas. Em uma das gravações, Artuzi fala em matar integrantes da família Uemura. O prefeito afastado está no presídio federal de Campo Grande.

De acordo o advogado Carlos Marques, que atua na defesa de Artuzi, as testemunhas são pessoas citadas nas três operações da PF em Dourados. Além da Owari e Uragano, houve a Operação Brothers que investigou contratos públicos nas áreas de transporte, limpeza pública, poda de árvore e coleta de lixo.

"Não é uma comissão processante, é uma comissão punidora", reclama o advogado.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions