A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Abril de 2018

23/03/2018 12:58

Assembleia vai promover discussão sobre diabetes no sistema prisional

Evento vai ocorrer na próxima segunda-feira (26), com a participação de especialistas e representantes do setor

Leonardo Rocha
Audiência pública vai ocorrer no plenário da Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)Audiência pública vai ocorrer no plenário da Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)

A Assembleia Legislativa vai promover na próxima segunda-feira (26), um evento para discutir a incidência de tuberculose no sistema prisional de Mato Grosso do Sul. Para fazer parte do debate foram convidados representantes do setor de saúde, entidades de classe e servidores que trabalham nos presídios.

O evento proposto pelo deputado Junior Mochi (MDB), terá a presença do pesquisador Júlio Henrique Rosa Croda, da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), que vai apresentar uma palestra sobre o tema.

"A tuberculose está entre as doenças infecciosas que mais mata no Brasil. O cenário é ainda mais grave quando se trata dos presídios, pois a doença se dissemina diante das condições precárias de higiene, de ventilação e de iluminação solar nas celas”, disse Junior Mochi. O deputado alega que é preciso mais cuidado na triagem para detectar os casos de forma precoce.

Segundo a organização do evento, no Brasil a cada ano são notificadas aproximadamente 70 mil ocorrências da doença e 4,5 pessoas morrem em decorrência da enfermidade. A expectativa da OMC (Organização Mundial da Saúde) é que em um conjunto de esforços possam eliminar a tuberculose até 2035.

De acordo com os pesquisadores, a taxa de tuberculose em pessoas que foram encarceradas em Mato Grosso do Sul no primeiro mês era de 7,9% para homens e 8,3% às mulheres, no entanto após um ano (prisão), 26% daqueles que não tinham, acabaram adquirindo a doença.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions