A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

12/06/2014 20:56

Autoridades políticas são vaiadas durante Arraial de Santo Antônio

Alan Diógenes e Zana Zaidan
Azambuja disse que vai percorrer Estado para divulgar campanha eleitoral, e preferiu não comentar de vaias que recebeu do público da festa junina. (Foto: Marcelo Victor)Azambuja disse que vai percorrer Estado para divulgar campanha eleitoral, e preferiu não comentar de vaias que recebeu do público da festa junina. (Foto: Marcelo Victor)

Em ritmo de campanha eleitoral, o pré-candidato a governador do Estado de Mato Grosso do Sul, o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) compareceu com o pré-candidato ao Senado, o empresário Antônio João Hugo Rodrigues (PSD), no Arraial de Santo Antônio, que acontece hoje na Praça do Papa, em Campo Grande. No entanto, a abertura do evento, onde estavam previstos os discursos das autoridades políticas foi interrompida por vaias do público.

A parte institucional do show foi cancelada e “pulou” diretamente para a parte dos fogos de artifícios. Por isso a diretora-presidente da Fundac (Fundação Municipal de Cultura), Juliana Zorzo, que organizou o evento, também não pode discursar. No palanque estavam ainda a secretária de Ação Social e Cidadania, Janete Benini de Oliveira, que veio representar o prefeito Gilmar Olarte (PP), o secretário estadual de Cultura, Américo Calheiros e os vereadores Paulo Siufi (PMDB) e Carla Stephanini (PMDB).

Sobre o fato de aproveitar o palanque da maior festa junina pública do Estado, onde Azambuja teve um bom resultado na campanha eleitoral, quando foi candidato a prefeito de Campo Grande nas eleições de 2012, ele se limitou a dizer que a festa é um evento importante. Além disso, comentou que pretende percorrer todos os municípios de MS para ganhar apoio dos eleitores. “Vamos trabalhar em todos os municípios, principalmente em Campo Grande, coisa que já estávamos fazendo desde o lançamento do programa Pensando MS”, destacou Azambuja sem comentar as vaias que recebeu do público.

Já Antonio João afirmou que o fato deixou “um clima desagradável” durante o evento. “Sempre falei que show não é lugar de fazer política, a população quer pular a parte burocrática e assistir logo o show”, comentou sobre a reação do público.

A presidente Dilma Rousseff (PT) também foi hostilizada durante a abertura da Copa do Mundo em São Paulo, nesta quinta-feira (12), na partida entre Brasil e Croácia.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions