A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Abril de 2018

11/11/2017 10:32

Azambuja defende governador de Goiás para comandar PSDB

Marta Ferreira e Leonardo Rocha
Azambuja defende governador de Goiás para comandar PSDB

O governador de Goiás, Marcone Perillo, é o candidato capaz de reunificar o PSDB, que está em clima de implosão, depois que o senador Aécio Neves destituiu Tasso Jereisssati da presidência interina e assumiu o cargo. Pelo menos na avaliação do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, explanada durante convenção do partido nesta manhã, na qual será confirmado o nome do deputado Beto Pereira na presidência estadual da legenda.

Indagado hoje sobre o racha no partido e de que lado estava, Azambuja afirmou não estar nem do lado de “Aécio nem do de Tasso e sim do Marcone Perillo”. Para ele, o governador goiano é o candidato da reconciliação.

O argumento de Azambuja vem, segundo ele, da caraterística de origem dos tucanos. “O PSDB sempre foi um partido reformista”, define. Na sequência, aproveitou para defender que a legenda se volte à aprovação de reformas no Congresso que, segundo ele, não são do atual governo apenas, mas sim temas importantes para o País. Ele citou as alterações na previdência, que considera extremante necessárias para acabar com o déficit no setor.

Para Reinaldo, o foco do partido deve estar nesses debates e não em brigas internas. “O Marcone é quem encara esse espírito reformista e de reconciliação”, defendeu.

Na avaliação do governador, o comportamento da Mato Grosso do Sul pode ser encarado como exemplo nesse quadro, já que foi definido um nome de consenso, sem disputas e exposição de rachas internos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions