A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/04/2015 13:30

Base e oposição cobram explicações sobre falta de 'mistura' na merenda

Kleber Clajus
Vereadores aprovaram pedido de cópia dos contratos de fornecimento de merenda, empenho e comprovante de pagamento (Foto: Kleber Clajus)Vereadores aprovaram pedido de cópia dos contratos de fornecimento de merenda, empenho e comprovante de pagamento (Foto: Kleber Clajus)

Vereadores da base e oposição ao prefeito Gilmar Olarte (PP) aprovaram, nesta terça-feira (14), requerimento para que se explique atraso ou falta de entrega de alimentos em Ceinfs (Centros de Educação Infantil) e escolas municipais de Campo Grande. A principal queixa é a falta de mistura na merenda das crianças.

Thaís Helena (PT) propôs o requerimento com base em denúncias, publicadas na imprensa, em que diretores das unidades escolares se queixavam que os itens não perecíveis, de hortifrúti e carne eram insuficientes para atender a demanda de alunos. O pedido ainda requer cópia dos contratos de fornecimento de merenda, empenho e comprovante de pagamento.

Para Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), o questionamento é pertinente, porém requer memória de falha ocorrida quanto a petista comandava a SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) durante a gestão do ex-prefeito Alcides Bernal (PP). “Ela deu os pulos dela e regularizou, mas merenda não pode faltar”.

Na votação o líder do prefeito, Edil Albuquerque (PMDB), amargou derrota de 10 contra 5 votos, tendo na equipe contrária somente Airton Saraiva (DEM), Francisco Luis Saci (PRTB), Loester Nunes (PMDB) e Ademar Vieira Junior, o Coringa (PSD).

Ainda que criticando o fato dos vereadores serem “pautados pela imprensa”, João Rocha (PSDB) acabou por confirmar o pedido de informações. O tucano ainda pontuou que o fato de servidores administrativos realizarem refeições em Ceinfs e escolas também prejudica o processo.

Também foram favoráveis a proposta Waldecy Chocolate (PP), Chiquinho Telles (PSD), Luiza Ribeiro (PPS), Ayrton Araújo (PT), Marcos Alex (PT), Paulo Pedra (PDT) e Carla Stephanini (PMDB).

Conforme a assessoria de imprensa do município, a direção dos centros de educação infantil informou que não há falta de mistura para a merenda.

Repasses – Em paralelo, Thaís também conseguiu apoio para aprovar questionamento sobre regularidade de repasse para creches conveniadas para receber repasse do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

A solicitação requer cópia dos contratos e balanço referente aos valores repassados as entidades.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions