A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Junho de 2017

30/10/2016 20:20

Bernal diz ter feito diferença no 2º turno e que espera transição tranquila

Atual prefeito espera que eleito cumpra compromissos de campanha

Yarima Mecchi
Bernal disse que Rose não teria condições de administrar a Capital. (Foto: Alcides Neto)Bernal disse que Rose não teria condições de administrar a Capital. (Foto: Alcides Neto)

O atual prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), disse que está pronto para começar a transição da sua administração para o candidato eleito neste domingo (30), Marquinhos Trad (PSD). De acordo com Bernal, o processo de transição será feito de forma tranquila e amigável.

Ele que apoiou Marquinhos no segundo turno acredita que fez a diferença para o resultado final das eleições 2016. “Estamos à disposição para a transição. Quando ele montar a equipe de transição dele, já está com portas abertas. Ele foi eleito, a vontade popular foi respeitada. Eu fico satisfeito porque percebo que nosso apoio fez a diferença”.

Bernal diz que espera do prefeito eleito que ele cumpra os compromissos feitos. Também prometeu inauguração até o fim de seu mandato. “Inauguramos unidade de atendimento da saúde. Estamos concluindo unidades da área da educação”.


O atual chefe do Executivo municipal reforçou que Marquinhos se comprometeu em continuar com projetos atuais e acredita na palavra dele. Bernal declarou ainda que o vencedor não vai se misturar com políticos envolvidos em escândalos.

“Ele se comprometeu em implementar convênios com Exército, por exemplo, para a recuperação das vias. Continuar asfaltando os bairros da região norte e do sudoeste. Ele disse que não vai dar guarida pessoas envolvidas em escândalos como Gisa, Máfia do Câncer, Coffee Break, Lama Asfáltica”.

Em relação à diferença de 17,54% dos votos válidos entre Marquinho e Rose Modesto (PSDB), aliados a abstenção e os brancos e nulos, o atual prefeito é categórico em dizer que os números demonstram aversão dos eleitores em relação a política. “Considero esse percentual significativo. Tem gente que pegou nojo porque viram crimes que foram desvendados e políticos envolvidos continuam se apresentando como candidatos. As pessoas se sentem impotentes e se distanciam”.

Governador entrega obras, faz visita e assina convênios hoje em Costa Rica
O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) viaja para Costa Rica - distante 305 km de Campo Grande, nesta quinta-feira (22). A programação prevê a entrega...
Réu por improbidade, servidor pede dispensa da gerência do Fonplata
Name Antônio Faria de Carvalho, que atuava como gerente de engenharia do Fonplata (Fundo Financeiro de Desenvolvimento da Bacia do Prata) na prefeitu...
Ex-assessor de Temer pede para falar em julgamento sobre Fachin no STF
Foi protocolado às 11h05 (horário de MS) desta quarta-feira (21) o pedido do ex-deputado federal e ex-assessor do presidente Michel Temer, Rodrigo Ro...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions