A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/10/2014 17:07

Bernal entra de “corpo e alma” na campanha e espera justiça de Delcídio

Edivaldo Bitencourt e Ludyney Moura
Presidente regional do PP e com 204 mil votos no primeiro turno, Bernal oficializa apoio a petista (Foto: Marcelo Calazans)Presidente regional do PP e com 204 mil votos no primeiro turno, Bernal oficializa apoio a petista (Foto: Marcelo Calazans)

O ex-prefeito de Campo Grande e terceiro colocado na disputa para o Senado nas eleições deste ano, Alcides Bernal (PP), oficializou, na tarde de hoje (16), apoio à candidatura a governador do senador Delcídio do Amaral (PT). Ele prometeu entrar “de corpo e alma” na campanha petista e espera que “justiça” para voltar ao comando do município.

Cerca de 20 pessoas, entre ex-secretários na prefeitura e os vereadores Paulo Pedra (PDT) e Cazuza (PP), participaram da solenidade de oficialização do apoio. A entrada de Bernal na campanha foi acertada em reunião entre o progressista e o candidato ontem à noite.

De acordo com Bernal, Delcídio se comprometeu com três compromissos: desenvolvimento sustentável, inclusão social e econômica, respeito à democracia e respeito à ordem pública. O petista também se comprometeu a fazer justiça, que no caso de Bernal, significa trabalhar para que ele consiga retornar ao comando da Capital, do qual foi cassado no dia 12 de março deste ano.

O progressista, que também é o presidente regional da sigla, destacou, durante entrevista coletiva, que o apoio também ocorre por “coerência política”. O PP em nível nacional apóia à reeleição da presidente da República, Dilma Rousseff (PT), e tem o comando do Ministério das Cidades.

O presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira, conforme Bernal, também recomendou apoio ao candidato petista. Apesar de integrar o partido, o prefeito da Capital, Gilmar Olarte, anunciou apoio ao candidato Reinaldo Azambuja (PSDB).

Na disputa pelo Senado, Bernal obteve 204 mil votos no Estado, sendo 120 mil só em Campo Grande. Com esta estatura, o ex-prefeito contou que espera participar do Governo de Delcídio em eventual eleição do petista para suceder o governador André Puccinelli (PMDB).

Apesar de ter demorado 11 dias para entrar na campanha petista, Bernal estreou criticando o adversário. Ele disse que Reinaldo reúne o apoio de “tudo que é velho e arcaico” no Estado. Ele criticou também a união do tucano com o ex-prefeito da Capital e candidato a governador Nelsinho Trad (PMDB).

A principal ausência durante o anúncio do apoio de Bernal a Delcídio foi do candidato a governador do PP e vereador por Corumbá, Evander Vendramini (PP). O PP realizará, a partir das 19h de hoje, novo ato de apoio à Delcídio. O candidato petista, que está cumprindo agenda no interior, deverá participar do ato no comitê central, na Via Parque, em Campo Grande.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...


É, o Delcidio acaba de perder as eleições aqui em Campo Grande....
 
Max em 16/10/2014 17:56:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions