ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 35º

Política

Bernal vai ao Tribunal de Justiça para suspender processo de cassação

Edivaldo Bitencourt | 19/11/2013 15:03
Prefeito perdeu em primeira instância e recorreu ao TJ para derrubar processo de cassação (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)
Prefeito perdeu em primeira instância e recorreu ao TJ para derrubar processo de cassação (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

O desembargador Hidelbrando Coelho Neto será o relator do agravo de instrumento, impetrado, ontem (18), pelo prefeito Alcides Bernal (PP) para tentar suspender o processo de cassação na Câmara Municipal de Campo Grande. O objetivo é suspender os trabalhos da Comissão Processante.

O agravo foi apresentado pelo advogado do prefeito, o desembargador aposentado Jesus de Oliveira Sobrinho. Ele recorreu contra a decisão do juiz em substituição na 1ª Vara de Fazenda Pública e Registros Públicos, Alexandre Tsuyoshi Ito, que negou o pedido de liminar para suspender a investigação.

O pedido será julgado pela 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e o relator será o desembargador Hidelbrando Coelho Neto. Ele poderá conceder liminar para suspender os trabalhos da comissão.
Bernal alega que a abertura da investigação, aprovada por 21 a 8 votos, está irregular porque os vereadores da CPI do Calote participaram da votação. Conforme a defesa, Paulo Siufi (PMDB), Elizeu Dionízio (SDD), Otávio Trad (PTdoB) e Alceu Bueno (PSL) não poderiam votar a favor da Comissão Processante.

Esta é a última esperança de Bernal para evitar a continuidade do processo na Câmara Municipal que pode lhe custar o mandato de prefeito de Campo Grande.

Nos siga no Google Notícias