ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  18    CAMPO GRANDE 21º

Política

Bernal vai ao Tribunal de Justiça para suspender processo de cassação

Por Edivaldo Bitencourt | 19/11/2013 15:03
Prefeito perdeu em primeira instância e recorreu ao TJ para derrubar processo de cassação (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)
Prefeito perdeu em primeira instância e recorreu ao TJ para derrubar processo de cassação (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

O desembargador Hidelbrando Coelho Neto será o relator do agravo de instrumento, impetrado, ontem (18), pelo prefeito Alcides Bernal (PP) para tentar suspender o processo de cassação na Câmara Municipal de Campo Grande. O objetivo é suspender os trabalhos da Comissão Processante.

O agravo foi apresentado pelo advogado do prefeito, o desembargador aposentado Jesus de Oliveira Sobrinho. Ele recorreu contra a decisão do juiz em substituição na 1ª Vara de Fazenda Pública e Registros Públicos, Alexandre Tsuyoshi Ito, que negou o pedido de liminar para suspender a investigação.

O pedido será julgado pela 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e o relator será o desembargador Hidelbrando Coelho Neto. Ele poderá conceder liminar para suspender os trabalhos da comissão.
Bernal alega que a abertura da investigação, aprovada por 21 a 8 votos, está irregular porque os vereadores da CPI do Calote participaram da votação. Conforme a defesa, Paulo Siufi (PMDB), Elizeu Dionízio (SDD), Otávio Trad (PTdoB) e Alceu Bueno (PSL) não poderiam votar a favor da Comissão Processante.

Esta é a última esperança de Bernal para evitar a continuidade do processo na Câmara Municipal que pode lhe custar o mandato de prefeito de Campo Grande.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário