A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Março de 2019

19/12/2018 07:38

Bolsonaro faz hoje primeira reunião com os 22 ministros indicados

Da Agência Brasil
Jair Bolsonaro (PSL) durante a cerimônia de diplomação (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)Jair Bolsonaro (PSL) durante a cerimônia de diplomação (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, desembarca hoje (19) em Brasília (DF) para comandar a primeira reunião ministerial com sua equipe completa. Os 22 ministros já indicados, incluindo os deputados federais de Mato Grosso do Sul, Tereza Cristina (DEM) e Luiz Henrique Mandetta (DEM) - que assumirão os ministérios da Agricultura e Saúde, respectivamente - deverão estar presentes na residência oficial da Granja do Torto, utilizada por Bolsonaro como residência oficial quando está em Brasília.

A previsão é de que a reunião comece por volta das 10h e termine às 16h - no horário de Brasília. Não há detalhes sobre pauta nem entrevistas. Bolsonaro pretende retornar à noite para o Rio de Janeiro. Depois, só voltará a Brasília às vésperas da cerimônia de posse. A data ainda está sendo fechada entre 27 e 29 de dezembro.

Ontem (18), vários ministros já indicados se reuniram com suas equipes no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, que se transformou em gabinete de transição desde 5 de novembro. Eles usaram o dia para finalizar o desenho da estrutura e as prioridades que terão de tocar a partir de janeiro.

A expectativa é de que esse tema seja tratado na reunião pelo presidente eleito. Ontem, em transmissão ao vivo nas redes sociais, Bolsonaro reconheceu que a “barra vai ser pesada”, tão logo assuma o poder, e pediu ajuda de todos para governar.

“Está chegando o grande dia: 1º de janeiro, quando iniciaremos o nosso governo. Mais do que nunca, preciso de vocês ao nosso lado porque a barra vai ser pesada. Ninguém acreditava. Ninguém que estava lá no poder acreditava nessa vitória. Teremos problemas lá na frente? Sim. Mas acredito em Deus e no apoio de vocês.”

A primeira reunião ministerial, com a equipe incompleta, foi conduzida por Bolsonaro no momento em que ele ainda escolhia nomes para o primeiro escalão de governo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions