A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Março de 2019

14/12/2018 21:01

Mais votado, Contar cita Bolsonaro e diz que quer país "da carne e da soja"

“A história do País mostra cicatrizes profundas de uma nação surrupiada desde os tempos coloniais”, completou o capitão do Exécito ao discursar sobre combate à corrupção

Anahi Zurutuza e Marta Ferreira
Renan Contar (PSL), capitão do Exécito mais votado para a Assembleia Legislativa, posa para foto com diploma de deputado estadual na mão (Foto: Paulo Francis)Renan Contar (PSL), capitão do Exécito mais votado para a Assembleia Legislativa, posa para foto com diploma de deputado estadual na mão (Foto: Paulo Francis)

“Não me soa bem morar no país do carnaval e do futebol. Quero morar no Brasil da carne e a da soja”. A frase foi dita por Renan Contar (PSL), estreante na política e eleito com a maior votação para a Assembleia Legislativa – 77.802 votos no total –, durante a cerimônia de diplomação do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), vice-governador Murilo Zauith (DEM), senadores eleitos, deputados federais e estaduais eleitos e reconduzidos.

Contar completou o discurso sobre combate à corrupção, a sua principal bandeira de campanha, dizendo que o País terá de enfrentar suas feridas. “A história do País mostra cicatrizes profundas de uma nação surrupiada desde os tempos coloniais”.

Do partido de Jair Bolsonaro, o deputado, que é capitão do Exército, fez questão de homenagear o colega de patente – o presidente eleito é capitão da reserva. “Com muita esperança e patriotismo, saúdo o presidente eleito Jair Bolsonaro, que como uma grande mola propulsora mobilizou a mim e milhões de brasileiros pela mudança de verdade”.

Contar disse que vai transferir o aprendizado da carreira no Exército para o plenário. “Não somos [militares] formados para ser profissionais da política e sim para cumprir rigorosamente a leis. Juramos compromisso de vida pela defesa e pela ordem. Tudo isso será transferido, minha formação, meu caráter, me guiam a continuar com o mesmo compromisso”.

O capitão discursou representando os 23 outros deputados que têm a eleição validada nesta sexta-feira (14) em evento no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo e parabenizou o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) pela “excelência na condução das eleições”.

“Este diploma sinaliza uma procuração do povo sul-mato-grossense. Parabenizo os diplomados que neste ato assume o papel”, também disse.

Diplomados – Também receberam o diploma de deputa estadual Carlos Alberto David dos Santos, o Coronel David (PSL), Jamilson Name (PDT), Renato Câmara (MDB), Onevan de Matos (PSDB), Lidio Lopes (Patriotas), Paulo Corrêa (PSDB), Felipe Orro (PSDB), José Carlos Barbosa (DEM), Marçal Filho (PSDB), Rinaldo Modesto (PSDB), Marcio Fernandes (MDB), Eduardo Rocha (MDB), Cabo Almi (PT), Pedro Kemp (PT), Londres Machado (PSD), Herculano Borges (Solidariedade), Gerson Claro (PP), Antonio Vaz (PRB), Evander Vendramini (PP), Lucas de Lima (Solidariedade) e João Henrique (PR).

O deputado reeleito Zé Teixeira (DEM) faltou à cerimônia porque, segundo apurou o Campo Grande News, teve problemas de saúde. Neno Razuk (PTB) também não está presente.

Veja no infográfico o perfil dos eleitos:

Arte: Ricardo OliveiraArte: Ricardo Oliveira


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions