A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

07/01/2011 18:59

Burocracia barra campanha em Dourados

Paulo Fernandes

Candidatos não levam campanha às ruas por falta de CNPJ

Oficialmente a campanha eleitoral em Dourados está liberada desde quarta-feira, mas partidos, candidatos e coligações não conseguiram levar a propaganda para as ruas por um problema burocrático: a falta de CNPJ.

Não há carros de som circulando na cidade com propaganda de candidatos, adesivos, outdoors, anúncios em jornais ou panfletos.

De acordo com o repórter Antonio Coca, do site Dourados News, a Jsutiça Eleitoral só deverá liberar os números dos CNPJ entre segunda e terça-feira. “Estão todos de mãos atadas”, disse.

O candidato Elias Ishy (PT) - que teve o registro indeferido, mas recorrerá da decisão – diz que o momento ainda é de preparação, mesmo com o prazo exíguo. A eleição está marcada para 6 de fevereiro.

Ele afirma que não viabilizou ainda a gravação dos programas de rádio e TV e nem mesmo reuniões políticas com eleitores estão sendo feitas. “Estamos nos preparando, procurando apoiadores”, disse.

Pelo calendário eleitoral, candidatos, partidos políticos e coligações já podem realizar comícios das 8h à meia-noite. Carros de som podem percorrer as ruas das 8h às 22h.

Já a propaganda no rádio e na televisão terá 14 dias: de 20 de janeiro a 3 de fevereiro.

A eleição extemporânea acontece após o então prefeito Ari Artuzi e o vice Carlinhos Cantor renunciarem aos cargos em decorrência do escândalo político revelado pela operação Uragano, que desvendou esquema de fraude em licitações e pagamentos de propinas.

Estão na disputa pela prefeitura de Dourados Murilo Zauith (DEM), Geraldo Salles (PSDC), Genival Antônio Valeretto (PMN) e José de Araújo (PSOL).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions