A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/02/2011 10:08

Câmara de Dourados rejeita comissão processante contra 2 vereadores

Angela Kempfer
Dirceu Longhi (PT), foi indiciado pela PF em decorrência da Operação Uragano. Foto: Grande FM.Dirceu Longhi (PT), foi indiciado pela PF em decorrência da Operação Uragano. Foto: Grande FM.

A Câmara de Dourados rejeitou em sessão na noite de ontem abertura de comissão processante contra os vereadores Gino Ferreira (DEM) e Dirceu Longhi (PT), ambos indiciados pela Polícia Federal, em decorrência da Operação Uragano.

Nove vereadores votaram pelo arquivamento das representações. Na mesma sessão, os vereadores oficializaram o afastamento de Laudir Munaretto (PMDB).

Quem vai assumir é o quarto suplente, o radialista Marcelo Mourão. Ele ficou com a vaga porque o terceiro suplente, ex-vereador Paulo Falcão, recusou assumir o cargo.

O pedido de afastamento foi apresentado pelo próprio vereador Laudir, pelo período de 37 dias.

Ele assumiu no lugar de Délia Razuk, que hoje é prefeita interina, mas voltará à presidência da Câmara porque Dourados elegeu no fim de semana o novo prefeito, Murilo Zauith (DEM).

Laudir integrava três comissões abertas pela Câmara para cassar os vereadores Aurélio Bonatto (PDT), Marcelo Barros (DEM) e Zezinho da Farmácia (PSDB).



Os suplentes: Juarez Amigo do Esporte, Walter Hora, Albino Mendes, Bebeto, Elias Ishy, Cemar Arnal, Idenor Machado, Cido Medeiros, Pedro Pepa, mostraram que são iguais aos titulares afastados, ou seja, corruptos ou no mínimo corruptíveis, pois ignoraram todas as provas, gravações e uma ordem de bloqueio de R$ 15 mil nas contas do Dirceu Longhi e rejeitaram as CP's. Isso é ter moral pra cassar alguem?
 
Rafael Cordeiro em 08/02/2011 12:57:05
Hummm... mozzarela com queijo de búfala e bastante cebola para fazer os douradenses chorarem.....................
 
Orlando Lero em 08/02/2011 11:14:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions