A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

09/12/2010 13:33

Câmara de Dourados cria oito comissões e deve cassar vereadores

Fernanda França

A Câmara de Dourados criou nesta manhã oito comissões processantes que podem culminar na cassação de vereadores envolvidos em esquema de corrupção na cidade.

Atualmente, estes parlamentares estão afastados dos cargos, mas podem perder os mandatos definitivamente a partir deste julgamento político.

O pedido de abertura das comissões processantes foi protocolado pela direção municipal do PPS. As comissões têm 90 dias para decidir se pedem ou não a cassação dos vereadores.

Dourados AgoraDourados Agora

Confira a formação de cada comissão:

Para julgar Humberto Teixeira Júnior a comissão é presidida por Elias Ishy (PT), relatada por Pedro Pepa (DEM) e tem como membro Albino Mendes (PR).

Já a que age contra o vereador José Carlos Cimatti, é presidida por Albino Mendes, relata por Idenor Machado (DEM) e tem como membro Pedro Pepa.

Para avaliar o pedido de cassação de Zezinho da Farmácia a comissão é presidida por Cido Medeiros (DEM), relatada por Pedro Pepa e tem como membro Cemar Arnal (PDT).

Já a que julgará a cassação de Julio Artuzi, é presidida por Laudir Munaretto (PMDB), relatada por Alberto dos Santos (PDT) e tem como membro Cido Medeiros.

A comissão contra Marcelo Barros é presidida pelo vereador Elias Ishy, relatada por Juarez Amigo do Esporte (PRB) e tem como membro Pedro Pepa.

Já a que pode indicar a cassação de Paulo Henrique Bambu tem como presidente Alberto Alves dos Santos, é relatada por Juarez "Amigo do Esporte" e tem como membro Idenor Soares.

A comissão de Bonatto é presidida por Cemar Arnal, relatada por Idenor Machado e tem como membro Juarez do Esporte.

Já a de Hall é presidida por Laudir Muranetto, relatada por Valter Hora (PPS) e tem como membro Idenor Machado.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions