A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

11/08/2015 18:31

Caravana da alegria: treze deputados embarcam para festa em Cuiabá

Paulo Yafusso
Sem a presença do presidente, deputado Júnior Mochi, sessão na Assembleia deve ser presidida pela deputada Graziele Machado (Foto: Arquivo)Sem a presença do presidente, deputado Júnior Mochi, sessão na Assembleia deve ser presidida pela deputada Graziele Machado (Foto: Arquivo)

Mesmo que esteja na pauta nenhum projeto deverá ser votado pelos deputados estaduais nesta quarta-feira. O motivo é que mais da metade embarca amanhã para uma festa em Cuiabá, Capital de Mato Grosso, em comemoração aos 180 anos da criação das Assembleias Provinciais. O risco de nem haver sessão é grande, já que somente 11 dos 24 parlamentares não viajaram. Na caravana estão o presidente da Casa, deputado Júnior Mochi (PMDB) e o primeiro vice, deputados Onevan de Matos (PSDB). Nesse caso, os trabalhos devem ser conduzidos pela segunda vice, deputada Graziele Machado (PR).

Pelo regimento, são necessários pelo menos 6 deputados para ser aberta a sessão, mas para a votação dos projetos precisariam estar presentes no mínimo 12. Com a ausência dos integrantes da “caravana da alegria”, não haveria quórum para o chamado “grande expediente”, quando são apreciados os projetos. Nesse caso, nesta quarta-feira os trabalhos no plenário se restringirão ao “pequeno expediente”. Ou seja, os que não foram para a festa em Mato Grosso, passarão o tempo discutindo assuntos menos importantes.

O primeiro secretário da Assembleia Legislativa, deputado Zé Teixeira (Democratas) disse que não vai participar da festa por considerar “desnecessário”. Mas ponderou ser importante o evento, já que está sendo mostrada a história dos dois estados antes da divisão, e ainda contará com apresentação de profissionais e artistas de Mato Grosso do Sul.

Teixeira afirmou que cada parlamentar vai custear a viagem, usando a verba de gabinete, que para viagens gira em torno de R$ 11.200,00. Mas todo recurso destinado aos Poderes, como o Legislativo, provém de tributos pagos pelos contribuintes. Segundo ele, na volta todos precisam apresentar os recibos comprovando as despesas.

Na lista dos integrantes da “caravana da alegria” divulgada pela Assembleia Legislativa, constam também os nomes dos ex-deputados que cumpriram mandatos antes da divisão de Mato Grosso: Valter Pereira, Walter de Castro e Cecílio de Jesus Gaeta. “Não sei quem vai bancar a viagem deles, deve ser eles mesmo, que não houve nenhum pedido para mim”, afirmou Zé Teixeira. No Legislativo, o primeiro secretário é o responsável pelas despesas. Todos os ex-deputados foram convidados, mas só três confirmaram presença.

Sobre os custos de dois artistas do Estado, o deputado disse que será arcado pela Assembleia. “Mas é um valor irrisório, de R$ 6 mil a R$ 7 mil”, afirmou. A assessoria da Assembleia Legislativa de Mato Grosso informou que o evento está sendo custeado por eles. A “caravana” de Mato Grosso do Sul deve chegar por volta das 7h20 em Cuiabá, onde permanecem o dia todo participando do evento, e retornam no mesmo dia. Não houve reserva em hoteis, segundo a assessoria da Assembleia Legislativa de MT.

Na programação da festa, além da apresentação musical e exposições, constam ainda e apresentação da peça teatral “Manuel – Leite e Barro Pantaneiro”. Confira a relação dos deputados que confirmaram presença no evento cuiabano e faltarão ao trabalho nesta quarta, por estarem participando da festa em Cuiabá: Junior Mochi (PMDB), Onevan de Matos (PSDB), Mara Caseiro (PtdoB), Angelo Guerreiro (PSDB), Beto Pereira (PDT), José Carlos Barbosa "Barbosinha" (PSB), Lidio Lopes (PEN), Felipe Orro (PDT), Marcio Fernandes (PTdoB), Antonieta Amorim (PMDB), Paulo Corrêa (PR), Rinaldo Modesto (PSDB) e Renato Câmara (PMDB).

 

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions