ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUARTA  23    CAMPO GRANDE 19º

Política

Carla Stephanini será única baixa da prefeitura para eleição, diz Marquinhos

A ex-vereadora deixará a Subsecretaria de Políticas para as Mulheres para disputar uma vaga na Câmara dos Deputados

Por Anahi Zurutuza e Kleber Clajus | 06/04/2018 10:12
Marquinhos Trad e Carla Stephanini em reunião sobre a Casa de Mulher Brasileira em agosto de 2017 (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)
Marquinhos Trad e Carla Stephanini em reunião sobre a Casa de Mulher Brasileira em agosto de 2017 (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) confirmou a saída da subsecretária de Políticas para as Mulheres, Carla Stephanini (MDB), por causa das eleições. Segundo o chefe do Executivo, ela será a única baixa no primeiro escalão da Prefeitura de Campo Grande.

Carla, que vai concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados, deixou a administração municipal ainda nesta sexta-feira (6), véspera do prazo para que integrantes do Executivo deixem os cargos para se candidatarem. Pela legislação eleição, a demissão tem de acontecer seis meses antes do pleito, que está marcado para o dia 7 de outubro.

A subsecretária indicou Maritza Cogo, integrante do MDB Mulher, para assumir seu lugar.

Havia rumores de que Antônio Lacerda, secretário municipal de Governo e presidente estadual do PSD, também deixaria a prefeitura. Mas, Marquinhos descartou esta possibilidade.

Em agenda pública na manhã de hoje, o prefeito qualquer possibilidade de usar cargo na prefeitura para barganhar espaço nas chapas que estão sendo formadas para as eleições. “Ninguém próximo a mim vai ser afastado para impor indicação de vice do meu partido. Não montei equipe técnica para fazer instrumento de barganha em véspera de eleição”.

O chefe do Executivo completou que se for para fechar aliança com o PSD, não vai aceitar “exigência de secretarias e cargos em comissão”.