A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/10/2014 21:30

Cássio Cunha e Ricardo Coutinho disputam 2º turno na Paraíba

Lidiane Kober

Com 100% das seções apuradas, está confirmado que a Paraíba terá segundo turno na eleição para governador entre Cássio Cunha Lima (PSDB) e Ricardo Coutinho (PSB). Cássio registrou 47,44% dos votos válidos 46,05% do adversário.

Cássio nunca perdeu uma eleição. Ele é advogado e começou a carreira política aos 23 anos como um dos mais jovens deputados Constituintes. Em 1989, ele foi eleito prefeito de Campina Grande pela primeira vez, mas renunciou ao mandato em 1992 para ser superintendente da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), de onde saiu em 1994.

Ele voltou a ser deputado federal, e foi mais duas vezes prefeito de Campina Grande. Foi ainda governador da Paraíba por dois mandatos – o segundo deles foi cassado em 2009. Mas a Justiça Eleitoral liberou tanto sua candidatura a senador em 2012, que foi vitoriosa, quanto a de governador neste ano.

Ricardo iniciou a carreira política nos movimentos estudantis e sindicais. Foi candidato a deputado estadual em 1990, mas não conseguiu a vaga, ficando apenas na suplência. Dois anos depois, foi eleito vereador de João Pessoa. Em 1994, tentou novamente uma vaga na Assembleia Legislativa, mas voltou a ficar com a suplência. Em 1996, foi eleito para o cargo de vereador.

Em seguida, em 1998, foi candidato novamente ao cargo de deputado estadual, sendo que, dessa vez, foi eleito, se reelegendo em 2002. Se candidatou ao cargo de prefeito de João Pessoa, em 2004, e venceu logo no primeiro turno. Em 2008 foi reeleito, mas renunciou ao cargo para tentar ser governador da Paraíba. Ele derrotou José Maranhão no pleito e tomou posse no Governo em janeiro de 2009.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions