A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

09/12/2009 10:44

CCJR aprova parecer contrário à investigação de André

Redação

A CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) da Assembléia Legislativa aprovou por 4 votos a um o parecer do relator Júnior Mochi (PMDB), contrário à autorização para que o STJ (Superior Tribunal de Justiça) investigue o governador André Puccinelli.

O parecer agora seguirá para votação em plenário. Na Comissão, votaram contra a licença solicitada pela Justiça os deputados Reinaldo Azambuja (PSDB), Júnior Mochi (PMDB), Onevan de Matos (PSDB) e Akira Otsubo (PMDB), que substituiu Mauricio Picarelli (PMDB), ausente à CCJR na sessão de votação, todos da base governista.

Apenas Paulo Duarte (PT), da oposição, votou contra o parecer. "A justificativa apresentada pelo Mochi foi de que o governador já havia sido inocentado duas vezes pela Justiça estadual. Isso não é argumento. O que estava em discussão é a prerrogativa do STJ de investigar", explicou o petista.

Júnior Mochi considerou que a falta de provas já comprovou a inocência de Puccinelli. O governador foi denunciado pelo Ministério Público Estadual por enriquecimento ilícito e lavagem de dinheiro, quando era prefeito de Campo Grande.

O governador esteve hoje na Assembléia para tratar do reajuste dos professores e comentou a decisão da CCJR.

"Já quebrei meu sigilo bancário por período de 10 anos, e só tinham pedido por 5. Hoje, inclusive, tenho menos do que tinha antes", garantiu o governador.

Sobre o próximo passo nesse processo, que é a votação em plenário do parecer, Puccinelli diz que "cada um deve votar de acordo com sua consciência".

Ao apresentar defesa à Assembléia, o governador havia pedido que o Legislativo autorizasse o STJ abrir investigação.

O presidente da Casa, deputado Jerson Domingos (PMDB), pretendia colocar o assunto em votação ainda hoje, mas foi advertido que o parecer precisa ser transformado em projeto de resolução, publicado em Diário Oficial, para então ser apresentado ao plenário. A votação deve ocorrer nesta quinta-feira.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions