A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/11/2010 16:34

Celina quer diálogo e defende punição justa no TCE

Redação

Com um discurso marcado por declarações de poetas como Fernando Pessoa e Cecília Meirelle, a ex-deputada estadual Celina Jallad tomou posse nesta terça-feira como conselheira do TCE (Tribunal de Contas do Estado), ocupando a vaga de Osmar Ferreira Dutra.

Em sua fala, a nova conselheira destacou que vai defender as mulheres, uma vez que a primeira representante a ocupar o cargo de conselheira do tribunal. Celina adiantou como será sua postura no TCE.

"Manter o diálogo é importante para manter a harmonia entre os poderes. Mas não vamos deixar de punir quando necessário", disse Celina com exclusividade para o Campo Grande News.

No discurso, Celina destacou sua trajetória pública, com cargos de secretária municipal e de Estado, além dos quatro mandatos cumpridos na Assembleia Legislativa. A chegada ao TCE é vista por ela como uma mudança de foco. "Minha vida pública antes tinha inspiração político-partidária. Agora, prossegue na função de fiscalizar e julgar", destacou.

Como diferencial para o trabalho que irá desempenhar no cargo, a ex-deputada optou pela simplicidade. "Este é um dos sonhos que me permiti sonhar. Não porque seja melhor ou mais preparada. Mas porque me apresento com disposição para aprender e com humildade para servir".

O peso de ser a primeira mulher conselheira no Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul não pareceu esmorecer Celina da tarefa. Por outro lado, a conselheira do TCE declarou estar ciente que a tarefa para a qual foi designada não é das mais fáceis.

"A função de fiscalizar nem sempre é bem compreendida ou merecedora do aplauso fácil. Mas, me conforta saber que estarei servindo ao Estado e prestando um serviço para a população", proferiu Celina, em seu discurso.

Entre as citações no discurso, Celina usou das palavras da ministra Carmen Lúcia, do STF (Supremo Tribunal Federal), a segunda mulher indicada para o mais alto escalão da justiça brasileira.

"O julgamento dos atos alheios é das mais difíceis e pesadas tarefas humanas porque nele se jogam a transcendência dos fins morais e a força imanente do cotidiano", citou a nova conselheira.

O pai de Celina Jallad, o ex-governador Wilson Barbosa Martins, estava presente na cerimônia de posse. O evento teve ainda a presença do governador André Puccinelli, do prefeito Nelson Trad Filho, de deputados estaduais e vereadores.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions