A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

02/10/2016 07:34

Cinco candidatos disputam o voto de 152.169 eleitores douradenses

Dourados tem 458 seções espalhadas por 71 locais de votação divididos em duas zonas eleitorais

Helio de Freitas, de Dourados
Os cinco candidatos a prefeito de Dourados (Foto: Helio de Freitas)Os cinco candidatos a prefeito de Dourados (Foto: Helio de Freitas)

Cinco candidatos a prefeito e 203 candidatos a vereador disputam o voto de 152.169 eleitores douradenses neste domingo (2). A votação começa às 8h e segue até 17h em 458 seções da 18ª e 43ª zonas eleitorais. São 71 locais de votação no segundo mais populoso município de Mato Grosso do Sul.

Disputam a prefeitura a vereadora Délia Razuk (PR), da coligação “Por Amor a Dourados”, o deputado federal Geraldo Resende (PSDB), da coligação “Compromisso de Verdade”, o deputado estadual Renato Câmara (PMDB), da coligação “Coragem para Mudar Dourados”, o professor Ênio Ribeiro (Psol) e Wanderlei Carneiro (PP), da coligação “Dourados levado a Sério”.

Wanderlei será o primeiro a votar. O candidato do PP vota às 8h na Escola Estadual Presidente Vargas, no Centro. Geraldo Resende vota às 8h45 na Escola Estadual Presidente Vargas, também na área central.

Renato Câmara vota às 9h30, na Escola Erasmo Braga. Délia Razuk vota às 10h, na Escola Delphos, segundo informou a assessoria. Ênio Ribeiro vota no mesmo horário, mas na Associação Pestalozzi.

Sem lei seca – Em Dourados, não há “lei seca” neste domingo. A venda de bebidas alcoólicas está liberada, mas os estabelecimentos comerciais não poderão servir a bebida no próprio local.

Segundo o cartório eleitoral de Dourados, a medida é para evitar aglomeração, que poderia configurar crime eleitoral de boca de urna.

Presidente do Senado convoca líderes para decidir votação de isenção do diesel
Em meio ao calendário complicado e com a continuidade da paralisação dos caminhoneiros, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), convocou u...
Deputado quer interferência do governo para que caminhoneiros “abram exceções”
Para o deputado estadual Renato Câmara (MDB), está na hora do Governo de Mato Grosso do Sul intervir e pedir de caminhoneiros “abram exceções” nos po...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions