A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 07 de Dezembro de 2019

12/11/2019 18:28

Com 3 mil filiados em MS, PSL tem futuro incerto com “debandada”

Parlamentares do Estado já anunciaram que vão “seguir o líder”

Gabriel Neris
Deputado estadual Renan Contar, senadora Soraya Thronicke e o deputado federal Loester Carlos em ato de filiação do PSL (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)Deputado estadual Renan Contar, senadora Soraya Thronicke e o deputado federal Loester Carlos em ato de filiação do PSL (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

Depois do presidente Jair Bolsonaro anunciar a saída do PSL, o futuro da sigla fica indefinido em Mato Grosso do Sul com a possibilidade de uma debandada de parlamentares. Atualmente, o partido conta com 3.045 filiados no Estado.

O presidente já comunicou a criação do Aliança pelo Brasil. No Estado, deputados anunciaram que vão vão seguir o mesmo caminho. O deputado estadual Renan Contar, eleito para o Legislativo pela primeira vez em 2018, afirmou que segue “o líder”, em referência a Bolsonaro.

O deputado federal Luiz Ovando tem o mesmo posicionamento. Ele diz que a crise no PSL se tornou um casamento sem solução. “Não há confiança”.

Procurada pela reportagem, a senadora e presidente estadual da legenda Soraya Thronicke não se manifestou sobre qual deve ser tanto o futuro da legenda no Estado quanto o dela.

Além de Ovando e Soraya, o partido ainda tem na bancada federal o deputado Loester Carlos. Na Assembleia Legislativa, a sigla conta com os deputados Renan Contar e Carlos Alberto David dos Santos, que também anunciou fidelidade ao presidente.

Segundo a legislação sobre fidelidade partidária, os parlamentares podem trocar de legenda, desde que seja uma nova. O caminho, agora, seria anunciar a saída e ficar sem legenda até a criação da Aliança Pelo Brasil.

O que era rápido, melhorou! Seja exclusivo, cadastre o telefone (67) 99981 9077 e receba as notícias mais lidas no Campo Grande News pelo seu WhastApp. Adicione na sua lista de contato, mande um "OI", e automaticamente você será cadastrado.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp


O Bolsonaro gosta de moleza que o beneficie.
Ele quer voto impresso para as eleições, mas quer usar aplicativos para recolher assinaturas para formar seu novo partido.
Será que ele não quer também um whisquinho com gelo???
 
Critico em 13/11/2019 10:58:22
"Aliança" no nome do partido só lembra coisas ruins.
-Aliança para o Progresso= um erro do governo norte americano.
-Aliança Renovadora Nacional (Arena)= Partido da ditadura.
 
Critico em 13/11/2019 08:48:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions