A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/03/2013 17:27

Com apenas dois meses, prefeito de Corumbá já anuncia conquistas

Zemil Rocha
Opositor na Assembleia, hoje Duarte tem excelente relação com André (Foto: Kleverton Velasques)Opositor na Assembleia, hoje Duarte tem "excelente" relação com André (Foto: Kleverton Velasques)

O prefeito de Corumbá, Paulo Duarte (PT), consciente de que as responsabilidades públicas mudam conforme a função, garante que tem tido boa relação política com todas as demais instâncias de poder, em nível municipal, estadual e federal, o que tem propiciado, segundo ele, grandes perspectivas de implantação de projetos para o desenvolvimento do principal município pantaneiro.

Após os dois primeiros meses de governo, superados problemas graves como limpeza pública e a dengue, cujos casos começam a cair em Corumbá, Duarte já pode falar de grandes projetos e conquistas, como a climatização de todas as salas de aula das escolas municipais, que começa neste mês de março, a retomada da obra do Centro de Convenções e as articulações para revitalização de prédios históricos da cidade.

Com a governabilidade assegurada, já que tem maioria na Câmara de Vereadores, ao contrário do que acontece na Capital, com Alcides Bernal (PP), o prefeito corumbaense se orgulha de ter “boa relação” com todas as outras esferas de governo, inclusive com o governador André Puccinelli (PMDB), de quem foi opositor na Assembleia Legislativa. “Como deputado fui oposição, agora como prefeito, não; estamos buscando as melhores relações”, afirmou Duarte. “Tenho uma excelente relação com o André”, garantiu.

No plano federal, o fato de a presidente da República, Dilma Roussef, ser do PT, tem facilitado as articulações de grandes projetos. “Estamos bem com o governo federal, através da interlocução do senador Delcídio do Amaral”, destacou Duarte.

Já na próxima segunda-feira, o prefeito Paulo Duarte vai a Brasília, onde tem reunião para discutir projetos do Programa de Aceleração do Crescimento, na vertente “PAC Cidades Históricas”, referentes à revitalização de prédios antigos, alguns com mais de 100 anos. Duarte vai defender projetos que serão avaliados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e pelo Ministério do Turismo. “São 17 projetos, entre eles os de recuperação de fachadas de prédios históricos, como da antiga sede da prefeitura da cidade, no centro, da casa do artesão”, declarou o prefeito. “Vão dar uma cara nova para a cidade, com revitalização e conservação desses prédios”, acrescentou.

Limpeza e saúde - Desde o primeiro dia de governo, segundo Duarte, sua preocupação está voltada para limpeza da cidade e a saúde da população. “Manter a cidade limpa é nossa obrigação e estamos fazendo isso com todo rigor e com conscientização da população”, destacou o prefeito. “Com isso evitamos epidemia de dengue na cidade”, disse.
A saúde pública de Corumbá tem problemas sérios, admite o prefeito Paulo Duarte, e merece, por isso, uma abordagem prioritária. “Já estive em postos de saúde e hospitais e vi isso tudo de perto”, revelou Duarte. “Estamos buscando um trabalho de qualificação na área de saúde. Queremos ter atendimento de qualidade nos postos de saúde. Também precisamos solucionar o problema crônico da Santa Casa”, completou.

Para melhorar o atendimento nos postos de saúde, Duarte aposta na informatização para a marcação de consultas. “Vai ser automática, via telefônica. É nosso compromisso de campanha”, explicou.

As principais unidades básicas de saúde, segundo ele, serão reformadas. “Vamos investir R$ 7,4 milhões. Já empenhamos, elaboramos projetos e devemos começar este ano”, anunciou o prefeito.

O maior desafio, porém, é a questão hospitalar. Junto a autoridades do Estado e do governo federal, Duarte quer discutir uma saída “que não seja investir na Santa Casa”. Para ele, o caminho é “construir outro hospital público” em Corumbá.

Climatização de escolas – O prefeito corumbaense já começa a implantar neste mês de março o projeto de climatização de climatização das escolas municipais, que deverá beneficiar 17 mill alunos que sofrem com o calor que predomina na cidade. “É nosso compromisso de campanha, vamos climatizar todos as escolas da Reme. Trata-se de um anseio de muitos anos eu vou cumprir com um ano de mandato”, assegurou.

A primeira instituição a ser beneficiada será o Centro de Educação Infantil Estrelinha Verde, no centro da cidade.

Centro de convenções – Também neste mês será retomada a obra do Centro de Convenções de Corumbá, que, quando concluído, oferecerá 700 lugares para grandes eventos na beira do rio Paraguai. Conforme o prefeito, nesta segunda etapa serão investidos R$ 700 mil. “Mas já temos projeto no Ministério do Turismo, no valor de R$ 1,5 milhão, para a parte cênica”, revelou.

Quanto estiver pronto, o Centro de Convenções vai “dar uma alavancada no turismo de eventos, de negócios”, segundo o prefeito.

Visibilidade positivaPaulo Duarte destacou também alguns fatos que estão acontecendo e propiciando uma “visibilidade positiva” para Corumbá. Destacou o fato de o ministro da Justiça, José Eduardo, ter assinado, em Corumbá, acordo com a Bolívia para devolução dos veículo roubados ou furtados. “O simbolismo que isso tem de mudar essa realidade é muito positivo para uma região que tem risco de assalto. Com isso podemos começar uma relação nova com a Bolívia e também fortalece o turismo”, afirmou.

Também enalteceu o fato de Corumbá estar entre as seis cidades brasileiras que vão participar do quadro “Dança Galera”, do Domingão do Faustão, da Rede Globo. A exibição sobre dança em Corumbá ocorrerá em abril.

 



Ai sim heim...

Pelo menos ele esta metendo a cara e fazendo, agora em Campo Grande esta sendo uma decepção.

Credo, se arrependimento matasse estaria mortinha da silva.

Xô Bernal Peralta
 
Marta Silva Guerra em 02/03/2013 16:08:10
Corumbá está longe do desenvolvimento se comparado com a maioria dos municípios Sul Mato grossenses, vai ser necessário muita vontade e honestidade e pensamento na cidade (e não em objetivos particulares) pra poder correr atrás do prejuízo.

Quem chega e mora aqui nota a falta de organização, urbanização, limpeza e prosperidade quando de Corumbá, parece que estamos há uns 10 anos atrás de desenvolvimento de lugares como Costa Rica, Campo Grande, Dourados, Camapuã, Chapadão de Sul e uma infinidade de municípios mais organizados do que aqui.
 
Petrus Nascimento em 02/03/2013 09:43:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions