ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 25º

Política

Com discurso de Marquinhos, PSD lança Rodrigo Pacheco à presidência em 2022

Prefeito da Capital que é opção da sigla ao governo de MS, classificou Pacheco como esperança de democracia

Por Jhefferson Gamarra | 27/10/2021 13:15
Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, durante discurso em Brasília (Foto: Divulgação)
Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, durante discurso em Brasília (Foto: Divulgação)

Em evento realizado na manhã desta quarta-feira (27), no Memorial JK em Brasília, o atual presidente do Senado, Rodrigo Pacheco assinou a ficha de filiação ao PSD e recebeu a saudação de correligionários de todo o País, entre eles, o prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad, que recentemente foi “confirmado” pela sigla como candidato ao governo de Mato Grosso do Sul em 2022.

“Minhas palavras nesse momento são de respeito e gratidão ao PSD e ao presidente nacional e também de boas vindas àquele que na linha sucessória da construção federal é um dos homens mais importantes do País, ele que vem dos livros jurídicos que tem como patrono Santo Ivo dos advogados. Se há esperança de liberdade e democracia neste País, essa esperança vai estar representada no 55 e no presidente do senado, Rodrigo Pacheco”, discursou Marquinhos.

Marquinhos Trad ao lado do prá-candidato à presidência da República, Senador Rodrigo Pacheco (Foto: Divulgação)
Marquinhos Trad ao lado do prá-candidato à presidência da República, Senador Rodrigo Pacheco (Foto: Divulgação)

Anteriormente Pacheco era filiado ao DEM, legenda que decidiu se fundir com o PSL, partido em que Jair Bolsonaro foi eleito em 2018. No mesmo evento, o presidente Senado foi confirmado como principal opção do PSD à presidência da república em 2022.

"Vou falar para a imprensa presente, em off, como o Pacheco é discreto e vão fazer reflexões. Então pode deixar que eu anúncio: Ele será nosso candidato à presidência!", afirmou em tom bem humorado o presidente nacional da sigla , Gilberto Kassab.

Além do prefeito de Campo Grande e a executiva estadual da sigla, participaram do ato de filiação o senador de Mato Grosso do Sul, Nelson Trad, o governador do Paraná, Ratinho Júnior e o prefeito de Belo Horizonte (MG), Alexandre Kalil, além de políticos de diversos outros partidos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário