A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

25/02/2015 14:37

Com emenda de R$ 1 milhão, deputado quer atender mais instituições

Leonardo Rocha
Rinaldo Modesto, líder do governo, diz que aumento de R$ 10 a 20 mil representa muito para o interior (Foto: Roberto Higa/ALMS)Rinaldo Modesto, líder do governo, diz que aumento de R$ 10 a 20 mil representa muito para o interior (Foto: Roberto Higa/ALMS)
Pedro Kemp diz que aumento vai ajudar a suprir demanda, ele recebeu 1.800 pedidos ano passado (Foto: Roberto Higa/ALMS)Pedro Kemp diz que aumento vai ajudar a suprir demanda, ele recebeu 1.800 pedidos ano passado (Foto: Roberto Higa/ALMS)

Com o aumento do valor da emenda parlamentar de R$ 800 mil para RS 1 milhão para cada deputado, eles esperam atender mais municípios do interior e outras instituições que realizam trabalhos sociais, já que além dos contemplados, sempre restam entidades que poderiam ser ajudadas, pois a demanda continua sendo superior aos recursos.

“Estou satisfeito, com este aumento podemos chegar a mais cidades e instituições que realizam um trabalho formidável no Estado, como a Apae e outras entidades que cuidam de dependentes químicos, é lógico que sempre queremos mais, porém já demonstra a boa vontade do governo”, ressaltou o deputado Eduardo Rocha (PMDB).

O deputado Márcio Fernandes (PT do B) ponderou que este aumento de R$ 200 mil é significativo quando é levado para cidades do interior que com pouco, já ajuda bastante em demandas importantes. “Vou conseguir aumentar os locais em que sempre direciono as emendas, assim como contemplar os municípios que ajudo na minha base eleitoral”, disse ele.

Pedro Kemp (PT) lembrou que no ano passado recebeu 1,8 mil pedidos para ajuda através das emendas, e que espera que nos próximos anos o governo continue ampliando este valor. “A demanda sempre aumenta, se os recursos aumentarem na mesma proporção, poderemos contemplar outros locais”.

O líder do governo, o deputado Rinaldo Modesto (PSDB), ressaltou que quando se ajuda cidades do interior com R$ 10 mil ou R$ 20 mil, isto representa muito, poderia comparar a R$ 500 mil para Capital. “São recursos para setores da assistência social, assim como da saúde e educação, que atinge desde as crianças a dependentes”.

Reunião – Ontem a vice-governadora e secretária de Direitos Humanos e Assistência Social, Rose Modesto, confirmou aos assessores dos deputados, que as emendas parlamentares subiriam para R$ 1 milhão, o que representa a destinação de R$ 24 milhões para áreas de saúde, educação e assistência social.

Este aumento do valor das emendas era uma promessa do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) aos deputados, após ele ter sido eleito para administrar o Estado. O recurso de R$ 800 mil estava definido desde 2010, tendo sempre o pedido dos parlamentares para que tivesse um reajuste.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions