A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

17/06/2016 07:50

Com fronteira em guerra, ministro da Defesa vem a MS para acompanhar operação

Aline dos Santos
Ministro visita hoje Ponta Porã e Campo Grande. (Foto: Gilberto Alves/MD)Ministro visita hoje Ponta Porã e Campo Grande. (Foto: Gilberto Alves/MD)

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, vem à região de fronteira de Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira (dia 17). Apesar da crescente violência na zona fronteiriça, a vinda é por conta da Operação Ágata 11. À tarde, em Ponta Porã, o ministro vai acompanhar ações da operação do Exército. No fim do dia, às 18h, ele concede entrevista coletiva na Base Aérea de Campo Grande.

Amanhã, Raul Jungmann segue em aeronave da Força Aérea para Corumbá, onde acompanhará atividades da Força Naval, como patrulhas fluviais e ação cívico social em comunidades ribeirinhas ao longo do rio Paraguai.

Mesmo com o “clima de guerra” na fronteira de Ponta Porã com Pedro Juan Caballero, o Exército não pode alterar a programação da operação para atuar na segurança sem que uma ordem venha de Brasília.

Iniciada na manhã de segunda-feira (13), com efetivo de três mil homens, a Operação Ágata 11 combate principalmente os crimes transfronteiriços: narcotráfico, contrabando e descaminho, tráfico de armas e munições, crimes ambientais e contrabando de veículos.

Na quarta-feira (dia 15), a fronteira entre Ponta Porã e Pedro Juan Caballero teve mais um capítulo de violência. O empresário e traficante Jorge Rafaat Toumani foi executado após cair em uma emboscada próximo ao mercado municipal, no Centro da cidade paraguaia. Rafaat foi condenado em 2014 por tráfico pelo juiz federal Odilon de Oliveira.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions