A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

11/02/2015 15:46

Com intensa agenda em Brasília, Puccinelli insiste em manter “silêncio político”

Ex-governador almoçou com a bancada federal do PMDB de MS

Juliene Katayama
Marun, Simone, Puccinelli, Moka e Resende almoçaram em Brasília (Foto: Divulgação)Marun, Simone, Puccinelli, Moka e Resende almoçaram em Brasília (Foto: Divulgação)

Mesmo com intensa agenda em Brasília nesta quarta-feira (11), o ex-governador André Puccinelli (PMDB) insiste em dizer que vai manter “seu silêncio político”. Depois de almoçar com a bancada federal do PMDB de Mato Grosso do Sul, ele se reuniu com o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB) para discutir questões partidárias.

A única manifestação pública desde que entregou o mandato, há 42 dias, foi pela sua página no Facebook. “Nesta minha viagem à Brasília estou revendo amigos e renovando as minhas energias partidárias. Nada, porém que me afaste da decisão de continuar mantendo meu silencio político”, afirmou Puccinelli.

O ex-governador disse que foi a Brasília a convite de Temer para discutir sobre o partido. “Estou em Brasília participando de reuniões relacionadas a decisões partidárias”, postou. O ex-governador disse que outros ex-governadores e lideranças das bases estaduais estão sendo ouvidas sobre diferentes temas.

Segundo a mensagem, entre os convidados para reunião com o vice-presidente estão os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Eduardo Cunha. Antes do compromisso com Temer, Puccinelli almoçou com a bancada federal do PMDB do Estado e reuniu-se com Calheiros.

Participaram do almoço os deputados federais Carlos Maun e Geraldo Resende e os senadores Simone Tebet e Waldemir Moka. “Almoçou junto com bancada federal do PMDB. Não vou dizer que não pensamos em futuro do partido”, afirmou Marun.

Moka adiantou que o encontro foi para traçar os cenários que a sigla vai enfrentar nas eleições em 2016, além de questões partidárias. "O PMDB é um partido muito forte em Mato Grosso do Sul, com militância aguerrida, acostumada a participar dos pleitos", pontuou.

O senador disse ainda que o objetivo é chegar a julho deste ano com a legenda reestruturada em todas as cidades. "A partir do segundo semestre, já queremos começar a discutir o lançamento de candidaturas próprias e possíveis composições com os demais partidos", disse.

Resende disse que trataram de diversos assuntos políticos, partidários e sobre o futuro. “Foi uma reunião entre companheiros porque não se conversou desde fim do mandato dele. Cada uma fez uma análise sobre o partido para trabalhar o futuro”, disse o parlamentar.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions