A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/03/2015 08:25

Comissão especial sobre processos contra Cesp define cronograma

Leonardo Rocha
Deputados irão Deputados irão

A comissão especial formada na Assembleia Legislativa para acompanhar os processos contra a Cesp (Companhia Energética do Estado de São Paulo), em função dos danos ambientais causados por usinas da Companhia em Mato Grosso do Sul, definiu seu cronograma de atuação. Estão agendadas ações junto ao governo estadual, MPE (Ministério Público Estadual), prefeituras e governo de São Paulo.

Os deputados que participam deste trabalho irão começar com uma reunião prévia com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), para saber detalhes sobre os processos que estão em andamento, assim como explicar os objetivos desta comissão do legislativo estadual.

Depois, eles vão entrar em contato com o MPE e com os advogados que entraram com ações de indenizações contra a Cesp, seguida por uma audiência pública no município de Bataguassu, com os prefeitos dos sete municípios prejudicados com as ações da usina paulista.

Os deputados também já haviam adiantado que vão marcar agenda com a direção da Cesp, assim como o governo de São Paulo, para saber suas intenções, já que é parte envolvida, até para articular possível acordo com a administração paulista.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) já ressaltou que as ações de indenizações contra a Cesp podem chegar a mais de R$ 1 bilhão. O presidente da comissão, o deputado Amarildo Cruz (PT), ressaltou que antes a empresa paulista havia feito uma proposta de R$ 300 milhões, que inclusive já teve esta quantia bloqueada pela Justiça, mas o governo estadual não aceitou, pois almejava R$ 500 milhões.

A comissão no legislativo é formada pelos deputados Amarildo Cruz (presidente), Eduardo Rocha (vice-presidente), Ângelo Guerreiro (PSDB), Beto Pereira (PDT) e Márcio Fernandes (PT do B).

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions