A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

18/06/2013 08:24

Comissão irá buscar informações com o MPE sobre situação dos Ceinfs

Leonardo Rocha
Presidente da Comissão irá entrar em contato com o MPE para saber como está a situação dos Ceinfs (Foto: divulgação)Presidente da Comissão irá entrar em contato com o MPE para saber como está a situação dos Ceinfs (Foto: divulgação)

O presidente da comissão de assistência social da Câmara, o vereador Flávio César (PT do B) irá entrar em contato com o promotor de justiça Sérgio Harfouche, da 27° Vara de Infância e Adolescência, para ter conhecimento sobre a situação dos Ceinfs (Centro de Educação Infantil) em Campo Grande.

“Queremos saber como está o processo interno que foi aberto pela promotoria, levamos as denúncias e esperamos que a prefeitura tenha regularizado a situação, apesar de recebermos informações que há casos precários nas unidades”, destacou o vereador. Segundo ele, a comissão irá fazer todo o acompanhamento do processo e caso tenha novas informações ou denúncias feitas por usuários e moradores, irão repassar ao MPE (Ministério Público Estadual).

No mês passado, Flávio César esteve junto com a vereadora Carla Stefanini (PMDB) no gabinete do promotor para fornecer o relatório das visitas feitas aos Ceinfs, que indicavam falta de frutas, legumes e até papel higiênico. “Fizemos o papel que nos compete que é informar as instituições sobre a situação nas unidades de saúde do município”, descreveu ele.

Contrapartida – A secretária da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social), a vereadora licenciada Thais Helena, informou a equipe do Campo Grande News que iria enviar a promotoria todos os documentos que comprovam que não há falta de alimentos. Ela ainda argumentou que a pasta está articulando um plano financeiro que garanta a compra antecipada destes itens até o final do ano. “Estamos nos organizando neste sentido, ano que vem vamos incluir esta questão no orçamento do município”, destacou Thais.

O promotor Sérgio Harfouche solicitou a prefeitura além da regularização dos serviços, um planejamento detalhado que garantisse os alimentos nos Ceinfs. Ele destacou que caso não seja contemplado com estas informações, irá abrir um inquérito civil que pode resultar até em improbidade administrativa ao prefeito Alcides Bernal (PP).



Agora ta faltando comida sim, a tempos ja e ninguem faz nada. Cade o MPE que nao ve isso logo. Esse fim de semana entregaram comida de pessima qualidade as pressas e em pouca quantidade nos CEINFS. Quem entregou foi uma empresa chamada NUTRIR ALIMENTOS ( que nem contrato com a prefeitura tem,portanto como fornece....)

Mas ta faltando tudo. O bernal cancelou quem nos atendia bem e agora manda comida ruim e estragada. Não entendemos isso e ainda nos ameaça de quem falar com a imprensa será demitida.

Investiguem, pois a coisa ta caotica e essa NUTRIR NAO TEM CONTRATO COM A PREFEITURA, portanto ta estranho essas entregas. Dr. Sergio promotor, investigue isso por favor e por amor as crianças que estao passando fome
 
CARLOS FONTES em 18/06/2013 23:50:42
Senhores vereadores, a falta de alimentos nos ceinfs É FATO PÚBLICO. Existia uma empresa ( MDR Distribuidora) que entregava comida boa e de forma regular a mais de 02 anos,mas desde que o BERNAL assumiu a prefeitura, ele tentou CANCELAR o contrato dessa empresa. A MDR ainda entregou por 03 meses ( janeiro a abril) MAS O PREFEITO PESSOALMENTE chamou o empresário e ameaçou NÃO PAGA-LO se ele não assinasse o DISTRATO. Foi feito e foi assinado e publicado no diário oficial o DISTRATO. Só que depois disso, não avisaram o BERNAL, que ele não tinha outra empresa para entregar a comida pois eles NÃO CONSEGUEM FECHAR A LICITAÇÃO DE ALIMENTOS ( que alias tem que ser investigada pois só ganha uma empresa que inclusive foi criada a um mês apenas e não tem instalações apropriadas para atender a SAS).
 
CARLOS FONTES em 18/06/2013 23:46:21
Prezados Vereadores, Sou morador de um bairro defronte a um ceinf,e digo pra vcs: Entregaram comida final de semana, na maior pressa, perguntei ao funcionário que estava entregando os alimentos qual era a empresa que estaria fazendo a entrega, ele rapidamente disse que não poderia falar. Apurem srs vereadores ai tem. As diretoras estão sob pressão para não revelar nada com risco de perderem seus cargos.
 
Nei Franco em 18/06/2013 09:16:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions