A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

10/07/2017 13:31

Coronel é alvo de sindicância da PM por discurso sobre reajuste salarial

Ele é um dos coordenadores Fórum do Servidor, que negocia a reposição salarial com o governo estadual

Leonardo Rocha
Coronel Alírio Vilasanti falou sobre caso, durante assembleia dos servidores, em frente a Governadoria (Foto: Leonardo Rocha)Coronel Alírio Vilasanti falou sobre caso, durante assembleia dos servidores, em frente a Governadoria (Foto: Leonardo Rocha)

O Coronel da Polícia Militar, Alírio Villasanti Romero, foi notificado hoje (10), sobre abertura de sindicância pela Corregedoria da PM, por ele ter feito discurso criticando o governo estadual, em relação a negociação do reajuste salarial. Ele é um dos coordenadores do Fórum do Servidor.

Como presidente da AOF-MS (Associação dos Oficiais Militares Estaduais do MS), Villasanti faz parte do grupo que negocia o reajuste salarial, diretamente com o governo. Ele ressaltou que ficou "surpreso" com esta sindicância, em função de um pronunciamento pelo Fórum dos Servidores.

"Em 30 anos da PM nunca tinha passado por uma sindicância, mas esta foi aberta por estar no grupo de frente, que tenta uma reposição salarial, de acordo com o índice de inflação". Ele apresentou esta notificação (documento), durante assembleia dos servidores, nesta manhã (10), em frente a Governadoria.

No documento, solicita que o coronel compareça a Corregedoria da PM no próximo dia 17 (julho), a partir das 15h, para prestar depoimento. Cita que chegou ao conhecimento da instituição eventuais "irregularidades" cometidas por ele, ao fazer "discurso contra o governo, a respeito da negociação salarial".

A sindicância foi aberta no dia 30 de junho, assinada pelo corregedor geral da PM, o coronel José Gomes Braga, sendo requisitada pelo comandante-geral, o coronel Waldir Ribeiro Acosta.

O Campo Grande News entrou em contato com o Comando-Geral da Polícia Militar, no entanto até o fechamento da reportagem, não houve resposta sobre a abertura da sindicância.

Câmara adia de novo votação da PEC que cria distritão e fundo eleitoral
Após várias tentativas de votação nesta terça-feira (22), a análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/03, que altera o sistema político-e...
Câmara aprova parcelamento de dívidas de Estados e municípios com o INSS
A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira, 22, em plenário, a medida provisória 778/2017, que permite Estados e municípios parcelarem...
Votação da PEC do fim das coligações será retomada nesta quarta-feira
A Comissão Especial da PEC 282/2016, que propõe o fim das coligações partidárias e estabelece cláusula de barreira, teve que suspender o processo de ...



força ai coronel, parabéns pelo posicionamento corajoso
 
Joao em 10/07/2017 17:06:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions