A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/01/2013 09:13

Criada comissão para cuidar da desapropriação do prédio da Câmara

Paula Vitorino
Comissão irá tratar de desapropriação de prédio da Câmara. (Foto: João Garrigó)Comissão irá tratar de desapropriação de prédio da Câmara. (Foto: João Garrigó)

A Câmara Municipal criou uma comissão de vereadores para acompanhar o processo de desapropriação do prédio junto ao poder Executivo. Seis nomes foram definidos para integrar a comissão.

De acordo com o texto publicado hoje no Diário Oficial, a comissão será composta por Airton Saraiva (DEM), Elizeu Díonizeio (PSL), Otávio Trad (PT do B), Paulo Pedra (PDT), Edil Albuquerque (PMDB) e Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB).

O prédio da Câmara Municipal, na avenida Ricardo Brandão, é objeto de uma disputa judicial e os vereadores podem ser despejados do local.

O imóvel alugado tinha o valor mensal de R$ 35 mil, o que foi considerado abusivo pelo MPE (Ministério Público Estadual) e em 2001 uma liminar reduziu o pagamento para R$ 15 mil.

O contrato acabou em 2005 e desde então o aluguel não foi pago. A construtora proprietária recorreu e obteve aval para receber R$ 7 milhões pelos anos em que a Câmara não fez os depósitos pela locação. O argumento foi de que o contrato teve renovação automática.



eu sou a favor de os vereadores construirem um anexo na colonia penal agricola de campo grande que tambem é um predio publico e deixar a região proxima ao bairro cidade jardim e cachoeira ais seguros ,e tambem digo que a cidade ficara mais segura ,98% é tudo bandido!!!!
 
Ronaldo souza de oliveira em 30/01/2013 07:44:23
Engraçado o MP achar absurdo o preço do Aluguel do prédio, mas deixou os salários aumentarem.
Os vereadores querem permanecer mas não querem pagar e a construtora está sendo impedida de exercer seu direito de cobrar e despejar os 'inquilinos'.
Bonito isso. Quem se beneficia disso é a própria câmara, que 'mora sem pagar'.
Qualquer cidadão comum pra alugar uma casa precisa - além de uma maratona de documentos e garantias - pagar em dia seus compromissos.
Estes caras devem ir pra rua!
 
Eder Lima em 07/01/2013 14:07:39
PARA OS LEGISLADORES DE CAMPO GRANDE MS, É UMA VERGONHA, POIS ERAM 21 PARA UM, OU SEJA 21 VEREADORES PARA CONVENCEREM O PROPRIETÁRIO DO IMÓVEL, CREIO QUE SÃO MUITOS RUÍNS, DE NEGÓCIO, CADÊ O PARLAMENTARISMO DOS VEREADORES, PRESIDENTE DA CÂMARA, PELO MENOS DEPOSITASSEM O SEGUNDO VALOR EM JUIZ, MENSALMENTE, HOJE PAGARIAM SOMENTE A DIFERENÇA, CREIO QUE FORAM MAUS NEGOCIADORES DOS DIREITOS E OBRIGAÇÕES DESTE MUNICÍPIO, A CASA DE LEI, NÃO PODE DAR MAL EXEMPLO, E AGORA, ASSUME OS VEREADORES ATUAIS, E VAI DAR PROBLEMA, PARA O PREFEITO ATUAL, QUE TERÁ QUE DESEMBOLSAR A FAVOR DO PAGAMENTO OU DESAPROPRIAÇÃO, E DAÍ, CULPA DOS LOCATÁRIOS.
 
PEDRO BRAGA em 07/01/2013 13:39:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions