A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/12/2014 10:55

CUT-MS defende José Lopez Feijó para Ministério do Trabalho

Daniel Machado
Para liderança da CUT-MS, o nome de José Lopez Feijó representa o movimento trabalhista (Foto: Divulgação)Para liderança da CUT-MS, o nome de José Lopez Feijó representa o movimento trabalhista (Foto: Divulgação)

A definição do nome que comandará o Ministério do Trabalho no segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff segue incerta, mas ganhou um novo capítulo nesta segunda-feira (29), com a declaração do presidente nacional do PDT, Carlos Luppi, favorável à permanência do correligionário Manoel Dias no comando da pasta.

O Ministério do Trabalho está na lista das 15 pastas que devem ter os nomes de seus líderes divulgados até quinta-feira (1) mas, segundo o dirigente do PDT, o acerto pela manutenção do atual ministro já teria sido combinado informalmente em uma ligação telefônica dele com a presidenta Dilma Rousseff no último fim de semana.

No entanto, de acordo com o dirigente da CUT-MS, Genílson Duarte, a permanência de Manoel Dias não agrada o movimento trabalhista, que defende o nome de José Lopez Feijó, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC entre 2005 e 2008 e atualmente assessor Especial da Secretaria-Geral da Presidência da República.

Defendido pelo PT e pelos movimentos trabalhistas e sociais, o nome de Feijó está sendo fortemente divulgado na mídia como aquele que tiraria o Ministério do Trabalho das mãos do PDT após sete anos de hegemonia do partido na pasta. “O atual ministro tem uma política baseada somente em registro sindical, o que é muito pouco para a categoria. A CUT acredita que o Ministério do Trabalho precisa ter uma política mais voltada para a classe trabalhadora, com projetos e políticas públicas para o setor, por isso defende o nome de José Lopes Feijó, um companheiro da CUT e com história e conhecimento no movimento trabalhista”, disse o dirigente da CUT-MS.

Presidente Michel Temer deve ter alta na manhã desta sexta-feira
O presidente Michel Temer deverá ter alta hospitalar na manhã desta sexta-feira (15), informou o médico Roberto Kalil Filho, que coordena os cuidados...
Interrogatório de Lula na Operação Zelotes é marcado para fevereiro de 2018
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...
Senado aprova desconto de dívidas de produtores rurais e texto segue para sanção
O Senado concluiu a votação, nesta quinta-feira (14), do projeto que permite a renegociação das dívidas de produtores rurais, estabelecendo descontos...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions