ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  10    CAMPO GRANDE 14º

Política

De licença, ministro mistura agenda oficial com campanha do PT em MS

Por Edivaldo Bitencourt e Ludyney Moura | 05/09/2014 11:34
Carvalho veio para Campo Grande, que assessoria divulgou como se fosse capital do Mato Grosso (Foto: Marcelo Calazans)
Carvalho veio para Campo Grande, que assessoria divulgou como se fosse capital do Mato Grosso (Foto: Marcelo Calazans)

O ministro Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência da República, misturou, na manhã desta sexta-feira (5), a agenda oficial com a campanha do PT em Campo Grande. Mesmo ele estando de licença da pasta, as atividades foram divulgadas pela assessoria do ministério, em Brasília (DF).

Os assessores do ministro até cometeram uma gafe ao divulgar o encontro com os movimentos sociais na Capital. Eles colocaram Campo Grande como capital do estado vizinho. Ao ser indagado sobre em qual local estava o secretário-geral da Presidência, a assessora de imprensa chegou a informar que ele estava no Mato Grosso.

No entanto, Gilberto Carvalho só cumpre agenda política em Campo Grande, onde participa de encontros com movimentos sociais e sindicatos para defender a reeleição da presidente Dilma Rousseff e da eleição de Delcídio do Amaral para o Governo e do médico Ricardo Ayache para o Senado, todos do PT.

“Estou de licença até 3 de outubro para se dedicar à campanha”, afirmou Carvalho, ao ser questionado. No entanto, a agenda foi divulgada pela assessoria do ministério.

A primeira reunião com os movimentos sociais ocorreu às 8h30 no auditório da Anoreg (Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso do Sul). A segunda, que começou por volta das 11h, acontece no comitê de Delcídio, na Via Parque.

“Estamos empenhados em reeleger a Dilma e eleger o Delcídio e o Ayache”, afirmou o ministro, que comanda um encontro com 200 militantes. Ele disse que o objetivo é contar com o apoio da militância, que vem mantendo o PT no poder há 12 anos.

Nos siga no Google Notícias