A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

07/07/2008 17:40

Décimo vereador perde o cargo por infidelidade em MS

Redação

Em sessão plenária do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) na tarde de hoje (7), foi decretada a perda do cargo por infidelidade partidária da vereadora de Glória de Dourados, Lucinéia Marinho de Oliveira (PR).

A perda do cargo sem justa causa se deu em função de desfiliação da vereadora do DEM para ingresso no PR. O argumento da defesa da parlamentar foi de que ela teria saído do partido por desvio de programação partidária, o que teria levado a sigla a perder representatividade no município.

A explicação foi rejeitada pelo relator do processo, o desembargador Elpídio Helvécio Chaves Martins, que não encontrou provas da mudança na programação partidária e alegou que a vereadora não agiu em função de mudar a suposta situação do partido.

Com o voto do relator tendo sido acompanhado por unanimidade pela corte, Lucinéia é a décima vereadora do Estado a perder o cargo por infidelidade partidária.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions