A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

04/11/2010 13:27

Delcídio foi o 12º com maior arrecadação de campanha

Redação

A campanha de R$ 5,98 milhões do senador reeleito Delcídio do Amaral (PT) foi a 12ª mais cara entre os 53 eleitos em outubro para o Senado cujas prestações de contas foram divulgadas pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Apenas o senador reeleito Gilvam Borges (PMDB-AP) não teve os dados da prestação de contas final divulgada pela Justiça Eleitoral.

Eleito senador, o deputado federal Waldemir Moka (PMDB) aparece em 31º no ranking das maiores arrecadações feito pelo site Congresso em Foco. A campanha dele arrecadou R$ 2.776.820,66.

Delcídio e Moka foram os dois senadores eleitos neste ano por Mato Grosso do Sul.

Em primeiro no ranking aparece o ex-prefeito de Nova Iguaçu (RJ), Lindberg Farias (PT), que arrecadou R$ 14 milhões. Na sequência aparecem o ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves (PSDB-MG), a ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy (PT) e o ex-presidente da República Itamar Franco (PPS-MG).

Aécio arrecadou R$ 11,9 milhões, Marta Suplicy R$ 11,8 milhões e Itamar Franco R$ 11,5 milhões.

Os senadores eleitos e reeleitos de todo o País arrecadaram R$ 222,87 milhões ao longo da campanha, uma média de R$ 4,20 milhões por parlamentar.

Ainda de acordo com o site Congresso em Foco, o valor é o triplo da média arrecadada pelos 27 senadores eleitos quatro anos atrás, que foi de R$ 1,35 milhão.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions