A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 19 de Novembro de 2018

08/11/2018 14:12

DEM espera convite e Murilo diz estar disposto a assumir secretaria

Negociações para composição do governo devem ganhar força na próxima semana

Anahi Zurutuza e Leonardo Rocha
Presidente regional do DEM, Murilo Zauith, durante entrevista (Foto: Arquivo)Presidente regional do DEM, Murilo Zauith, durante entrevista (Foto: Arquivo)

Lideranças do Democratas dão como certo espaço para o partido no primeiro escalão do segundo mandato do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) e o vice-governador eleito, Murilo Zauith diz estar disposto inclusive a assumir uma secretaria, dependendo de qual pasta for oferecida. As negociações devem tomar força na próxima semana.

“O Reinaldo viajou nesta semana, ele está arrumando a casa. Na semana que vem, vamos começar a conversar”, disse Murilo ao Campo Grande News.

Há fortes rumores de que o DEM ficaria com a Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), hoje comandada por Jaime Verruck.

Nos bastidores, até antes do anúncio de que a deputada federal Tereza Cristina (DEM) assumirá o Ministério da Agricultura na gestão de Jair Bolsonaro (PSL), já era dada como certa a saída de Verruck. O secretário teria sido convidado para cargo na pasta em Brasília.

Sobre assumir o comando da secretaria, Murilo ainda desconversa. “Não tem nada conversado, nada definido, mas dependendo da área, eu mesmo assumo”.

Espaço – O deputado José Carlos Barbosa (DEM) está certo de que o DEM terá espaço no novo governo. Ele afirma ainda que Murilo é o “porta-voz” do partido junto ao governador.

Zé Teixeira (DEM) acrescenta que o partido terá seu “espaço administrativo”, como já havia dito o próprio vice-governador eleito. Ele pondera que o Murilo tem “capacidade e experiência” para mais do que vice. “Se trata de uma possibilidade, mas vai ser uma conversa entre eles”.

Dança das cadeiras – O próprio governador, deputados e lideranças tucanas já comentaram que mudanças vão ser feitas no primeiro escalão. Nos bastidores, três delas são mais ventiladas: a volta de Carlos Alberto Assis e as saídas de Guaraci Fontana e de Jaime Verruck.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions