A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

27/07/2018 16:10

Deputado defende autonomia administrativa, financeira e política para polícias

Fábio Trad afirma que, sem independência, atuações das polícias Federal, Civil, Rodoviária Federal e Militar ficam comprometidas

Humberto Marques
Fábio Trad argumenta que orçamento próprio e independência administrativa fortaleceriam o trabalho policial. (Foto: Divulgação)Fábio Trad argumenta que orçamento próprio e independência administrativa fortaleceriam o trabalho policial. (Foto: Divulgação)

O deputado federal Fábio Trad (PSD) afirmou nesta sexta-feira (27) que vai votar favoravelmente em textos como o da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 421/2009, do deputado Alexandre Silveira, que prega a autonomia da Polícia Federal. O parlamentar sul-mato-grossense afirma que apoiará na Câmara dos Deputados as emendas constitucionais que confiram autonomia administrativa, financeira e polícia para as instituições policiais do país.

Fábio disse que pretende exercer a liderança na Câmara e influência na CCJC (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania) da Câmara dos Deputados para angariar a apoio a textos com essa finalidade. Segundo ele, a intervenção federal no Rio de Janeiro e a criação do Ministério da Segurança Pública ampliaram a visibilidade de debates que tratam da autonomia e unificação as forças policiais, inclusive no Congresso.

“A melhor maneira de um governante inviabilizar os trabalhos da polícia é por meio do abandono e sucateamento, com destinação de orçamentos ínfimos ou não adequados aos trabalhos investigativos e de repressão ao crime. Por isso, a autonomia das polícias é necessária e indispensável para dar fôlego a operações como a Lava Jato e tantas outras para que não esmoreçam e sejam alvo de ataques políticos”, declarou Fábio Trad.

O deputado afirma que um orçamento próprio para as polícia cria um marco para profissionalização e investimento nas instituições –aumentando a inteligência policial, materiais adequados para o exercício da atividade, fiscalização de dividas e fronteiras e o combate ao tráfico de drogas e armas. Ele também afirma que a liberdade quanto a interferências político-administrativas agregam “isenção e credibilidade” às forças e operações policiais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions