A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

11/08/2011 12:15

Deputados de MS participam de cooperação antitráfico em toda a fronteira

Vinícius Squinelo

Comissão da Câmara dos Deputados irá realizar uma “diplomacia internacional” com parlamentares de outros países

Deputados de MS querem negociações internacionais para combater o tráfico de drogas (foto: João Garrigó)Deputados de MS querem negociações internacionais para combater o tráfico de drogas (foto: João Garrigó)

Deputados federais, membros de uma Comissão Especial da Câmara Federal para o combate ao tráfico de drogas, irão realizar contato com parlamentares de outros países para tentar diminuir o tráfico internacional de drogas na América do Sul.

“Vamos usar uma coisa nova, a diplomacia parlamentar, para conversar com outros países e tentar ações conjuntas contra as drogas no continente”, explicou o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM), durante uma reunião entre deputados e autoridades civis e militares no CMO (Comando Militar do Oeste) na manhã de hoje. Durante o evento foi discutido o Plano Estratégico de Fronteira.

A maior preocupação são com países “exportadores” de entorpecente, Bolívia, Paraguai e Colômbia. Esta última já acordou com o Itamaraty, no último dia 4 de agosto, a realização de ações conjuntas de combate ao tráfico de drogas.

“A Comissão está viajando por todos os Estados do país, já passamos por 15 deles. O objetivo é realizar estudos de como está a situação de cada local, e propor medidas, não só repressivas, que podem ser tomadas”, afirmou outro deputado de MS, Fábio Trad (PMDB). “O maior problema está nos Estados que são portas de entrada das drogas vindas da fronteira, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Paraná”, completou Mandetta.

Em MS, a Comissão Especial de enfrentamento ao crack e outras drogas já realizou uma reunião, em Corumbá, fronteira com a Bolívia. O relatório com os dados do Estado já foi realizado e um projeto com possíveis medidas repressivas, de conscientização e outras, deve ser entregue à Câmara Federal até Novembro deste ano.

Autoridades civis e militares estiveram presentes no encontro (foto: João Garrigó)Autoridades civis e militares estiveram presentes no encontro (foto: João Garrigó)

Segundo levantamento realizado pelo deputado federal Fábio Trad, 85% dos crimes possuem ligações, diretas ou indiretas, com o consumo de entorpecentes. Com esses dados, a bancada federal tenta trabalhar para sensibilizar o Poder Executivo a aumentar os recursos para o combate as drogas em todo o país.

“Uma das medidas que podemos fazer na prática é aumentar o efetivo de policiais federais na fronteira”, opina Trad. “Hoje a temática das drogas é a principal preocupação da sociedade, e temos que aumentar as medidas de enfrentamento neste sentido”, comentou Mandetta.

Participaram também do evento os deputados Reginaldo Lopes (Presidente da Comissão), Pr. Eurico, Leonardo Quintão, Dr. Paulo Cesar, Anderson Ferreira, Rosane Ferreira, Weliton Prado, Dr. Jorge Silva, Liliam Sá, Décio Lima, Geraldo Thadeu e Osmar Terra.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions