A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2018

17/01/2018 13:00

Deputados devem evitar voto a favor de medidas impopulares, diz Tereza Christina

O motivo, conforme a deputada, é que os parlamentares adotaram cautela devido ao ano político

Guilherme Henri e Osvaldo Junior
Deputada federal Tereza Cristina durante a Showtec (Foto: Saul Schramm)Deputada federal Tereza Cristina durante a Showtec (Foto: Saul Schramm)

A deputada federal Tereza Cristina (DEM) admitiu na manhã desta quarta-feira (17) que o governo ainda não tem os votos suficientes para aprovar a reforma da Previdência. Ontem (16), o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, também havia revelado a informação durante almoço com o presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Paulo Skaf.

O motivo, conforme a deputada, é que os parlamentares adotaram cautela em relação a assuntos polêmicos devido o ano político. “O Rodrigo Maia deve encaminhar até o dia 19 deste mês a proposta da reforma para a votação”, revelou.

A afirmação foi dita durante o evento Showtec, em Maracaju, 160 km de Campo Grande. A feira tecnológica ocorre na estrada da Usina Velha, km 02, Caixa Postal 137. A programação expõe nesta edição a harmonização da exploração agrícola com ações de preservação ambiental, de acordo com o governo estadual. Certificação de compensação de carbono por meio de plantio de árvores nativas é uma das novidades.

A proposta da reforma da Previdência aguarda análise do plenário da Câmara dos Deputados desde maio do ano passado. Como a reforma é por meio de uma Proposta de Emenda à Constituição, são necessários pelo menos 308 votos favoráveis entre os 513 deputados, em dois turnos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions