A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

29/10/2014 15:02

Deputados esperam reforço na saúde e segurança do novo governador

Leonardo Rocha
Pedro Kemp diz que é preciso contratar mais policiais e servidores para educação (Foto: Giuliano  Lopes/ALMS)Pedro Kemp diz que é preciso contratar mais policiais e servidores para educação (Foto: Giuliano Lopes/ALMS)
Márcio Monteiro disse que ações na saúde e segurança estão entre os destaques do início da gestão de Azambuja (Foto: Giuliano Lopes)Márcio Monteiro disse que ações na saúde e segurança estão entre os destaques do início da gestão de Azambuja (Foto: Giuliano Lopes)

Seguindo as primeiras declarações do governador eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB), os deputados estaduais também citaram o reforço na saúde, segurança e educação, como os principais desafios para a próxima gestão tucana, que começa a partir do dia 1° de janeiro de 2015.

O deputado Pedro Kemp (PT), que vai fazer parte da oposição, na Assembleia, afirmou que o novo governador deve dar prioridade a demandas que estão em falta no Estado, como na segurança, que segundo ele, precisa contratar mais policiais militares e civis.

"A segurança pública precisa de um efetivo maior, assim como investimentos na estrutura, com viaturas novas. Temos que ter investimento em educação, já que também tem defasagem de servidores", apontou ele. O petista ainda lembrou que o governo precisa estruturar seu planejamento financeiro, pois haverá no começo do ano, aumento no valor da folha, em função dos Planos de Cargos e Carreiras, aprovados neste ano.

Já Márcio Monteiro (PSDB) ressaltou que as ações de saúde, como mutirão e regionalização do setor, investimentos na segurança e educação, com escolas em período integral, são as ações que terão destaque neste começo de gestão. "Foi o que a população apontou como as principais preocupações.

O deputado Junior Mochi (PMDB) lembrou que o Estado precisa continuar se desenvolvendo, com investimentos em infraestrutura, e nas áreas essenciais à população. "Nós daqui da Assembleia iremos contribuir para que o governador tenha tranquilidade e possa tocar seus projetos, para o bem da população".

Reinaldo Azambuja já declarou que quer participar das discussões do projeto de orçamento para 2015, ele reforçou o discurso da campanha, dizendo que vai precisar de mais recursos para saúde e segurança, que serão suas prioridades.

Tanto o governador André Puccinelli (PMDB), que propôs a peça orçamentária, como o presidente da Assembleia, o deputado Jerson Domingos (PMDB), se colocaram a disposição de Azambuja, caso ele queira propor mudanças ou alterações no projeto.

Juiz Sérgio Moro nega suspensão de segundo interrogatório de Lula
O juiz federal Sérgio Moro negou nesta sexta-feira, 18, o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para adiar seu interrogatório m...
Cármen Lúcia determina que tribunais divulguem salários de magistrados
A ministra Carmen Lúcia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) e do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), assinou nesta sexta (18) uma portaria ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions