A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/11/2017 13:10

Deputados prepararam emendas para segurança e educação no orçamento

Propostas visam melhorar condições de batalhões e ajudar universidades

Leonardo Rocha
Deputados já começam a preparar as emendas ao orçamento (Foto: Assessoria/ALMS)Deputados já começam a preparar as emendas ao orçamento (Foto: Assessoria/ALMS)

Os deputados já começaram a preparar emendas para o orçamento de 2018, que está em tramitação na Assembleia Legislativa e deve ser votado em dezembro, antes do recesso parlamentar. A maioria segue para as áreas de infraestrutura, segurança, saúde e educação.

Aqueles que possuem base eleitoral na área de segurança, já adiantaram que receberam várias solicitações e estão apenas acertando os detalhes, para apresentar emendas. "Vou apresentar (emendas) para construção de unidades da Polícia Militar em Jardim, Coxim e Campo Grande", adiantou Coronel David (PSC).

Ele ainda vai solicitar a construção de uma unidade da polícia civil em Paranhos. "Vou focar nesta área porque melhorar o ambiente de trabalho ajuda muito o servidor, que trabalha mais motivado". Também citou que o governo estadual ajudou no setor, ao investir em equipamentos, estrutura, viaturas e armamentos, por meio do programa "MS mais Seguro".

Já Cabo Almi (PT) também pretende pedir obras neste setor. "Vamos solicitar reformas nas unidades de Paranhos, Naviraí, assim como o prédio de Maracaju. Estou fazendo o levantamento para apresentar em emendas".

Para a área de educação, Felipe Orro (PSDB) e Paulo Corrêa (PR) disseram que estudam emendas específicas sobre o tema, mas lembraram que assinaram o pedido em conjunto, para que haja aumento nos repasses da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), para 2018.

"Sempre lembramos de buscar melhorias para esta Universidade, que é importante para o interior do Estado, em diversos municípios, no entanto precisa de mais recursos disponíveis", disse Orro.

Esta emenda coletiva foi solicitada pela vice-presidente da Associação dos Docentes da UEMS, Zélia Nolasco, que solicitou apoio dos deputados, para que os recursos da instituição sejam de R$ 254 milhões em 2018 e não os R$ 194 milhões previsto no projeto, enviado pelo governo estadual.

Orçamento - O deputado Beto Pereira (PSDB), relator do projeto, disse que deve apresentar na semana que vem, o parecer sobre o orçamento de 2018, já ficando apto para primeira votação. O período de emendas também está aberto aos deputados, que devem votar a matéria antes do recesso parlamentar, do final do ano.

O projeto de orçamento, prevê uma receita de R$ 14,4 bilhões, que é um aumento de 3,6% em relação a proposta do ano passado, de R$ 13,99 bilhões. Os deputados entenderam que a peça orçamentária tem uma "visão mais otimista", para a economia e finanças de Mato Grosso do Sul.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions