A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/11/2012 17:00

Dilma veta distribuição de royalties de áreas já licitadas

Danilo Macedo e Luciene Cruz, da Agência Brasil

A presidenta da República, Dilma Rousseff vetou o Artigo 3º do projeto de lei aprovado na Câmara dos Deputados que muda as regras de distribuição dos royalties do petróleo de campos já em exploração. Além disso, todos os royalties dos futuros contratos serão destinados à educação.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse que a decisão da presidenta Dilma tem um “grande significado histórico”. “Todos os royalties, a partir das futuras concessões, irão para a educação. Isso envolve todas as prefeituras do Brasil, os estados e a União, porque só a educação vai fazer o Brasil ser uma nação efetivamente desenvolvida”, disse.

A ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, disse que a medida provisória, que será encaminhada para publicação no Diário Oficial da União na próxima segunda-feira (3), tem como premissas o respeito à Constituição e aos contratos estabelecidos, a garantia da distribuição das riquezas do petróleo e o fortalecimento da educação brasileira.

Segundo Gleisi, a presidenta procurou conservar a maior parte do que foi deliberado no Congresso Nacional. “Veto ao Artigo 3º, resguarda exatamente os contratos em exercícios e redistribuição dos royalties ao longo do tempo”, disse.



Vamos dar o troco na presidente Dilma na urna para ela so estado do rio e de espirito santo existem vamos ver se ela ganha com este dois estado.

o dinheiro tem vir para educação mesmo.
 
Alexandre Alves em 01/12/2012 07:45:37
Não voto mais na Dilma em 2014, pois esta atitude é discriminatória, espero que os Deputados de MS ajudem ao congreço a derubar o Veto, e com o resultado do PIB do Brasil para este ano, a Dilma começa entrar no poço.
 
Carlos Cruz em 01/12/2012 06:36:13
Sem dúvidas que foi uma boa decião da presidente Dilma. Agora, bem que ela poderia ter destinado parte dos royalties para um fundo especial da Segurança Pública, que daria o suporte para a aprovação do piso salarial único dos policiais civis e militares. De que adianta prosperidade se o cidadão não pode desfrutar de sua conquista? A bandidagem perdeu o medo é os policiais a motivação...
 
Terror Neruda Costa em 30/11/2012 19:33:45
A gastança brasileira é tamanha que nada pode mudar, a não ser que haja muito esforço. esse veto pode ser um divisor de águas. espero que as gerações futuras tenham orgulho das heranças. Senhores politicos criem um fundo de reserva para as gerações futuras decidirem o que fazer............
 
ari de oliveira silva em 30/11/2012 18:00:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions