A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/09/2013 23:34

Diretora da Funesp apresenta atestado e adia expulsão do PSDB

Vinícius Squinelo

Leila Machado, diretora-presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esporte), apresentou atestado médico e conseguiu adiar parecer da comissão de ética da direção municipal do PSDB, que pode expulsá-la da sigla. Ela é acusada de assumir a pasta sem a orientação e autorização do partido.

O caso de Leila deveria ter sido julgado na noite de hoje (30), porém ela apresentou atestado médico, e alegou que deseja participar pessoalmente da sessão que pode definir seu futuro no PSDB.

Segundo a assessoria de imprensa do PSDB regional, o caso foi adiado por 20 dias. Porém, ainda segundo a assessoria, o diretor municipal tucano, Carlos Alberto Assis, afirmou que após o período será marcada uma nova data, quando o caso de Leila será julgado estando ela presente ou não.

O secretário da Semed (Secretaria Municipal de Educação), José Chadid, que também está na mesma situação que Leila, ainda está atrasado e deve ser discutido mais adiante.

Estatuto – O presidente estadual do PSDB, o deputado Márcio Monteiro, afirmou que os dois secretários poderiam ser expulsos do PSDB por terem descumprido o estatuto da legenda que diz que qualquer filiado que for assumir um cargo no executivo precisa informar e consultar o partido, antes de assumir.



Esse fato faz com que os atestados médicos sejam revisados. Falta de ética.
 
Fátima Maria Ribeiro Dos Santos em 01/10/2013 00:21:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions