A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

28/03/2010 18:00

Eleição vai mudar quase metade do secretariado estadual

Redação

As eleições deste ano deve promover reformulação em quase metade das 11 secretarias estaduais de Mato Grosso do Sul. O governador André Puccinelli (PMDB) poderá trocar os titulares de cinco das 11pastas.

Já estão confirmadas as saídas de Edson Giroto, da Secretaria Estadual de Obras, de Carlos Marun, da Habitação, de Tânia Garib, da Assistência Social, e Tereza Cristina Correa, da Produção. A incógnita é a candidatura da titular da Educação, Maria Nilene Badeca da Costa, da Educação, a deputada estadual.

Marun voltará à Assembléia Legislativa e vai disputar a reeleição. Giroto é cotado para o cargo de deputado federal pelo PR. Tereza Cristina também poderá disputar a Câmara dos Deputados.

Vão permanecer no posto os secretários de Fazenda, Mário Sérgio Lorenzetto, de Segurança Pública, Wantuir Jacini, de Saúde, Beatriz Dobashi, de Planejamento e Meio Ambiente, Carlos Alberto Said Negreiros Menezes, de Governo, Osmar Jeronymo, e de Administração, Thie Higushi Viegas dos Santos.

O diretor-presidente do Inmetro, Ademir Osiro, também vai deixar o cargo nesta semana para disputar as eleições.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions