A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

03/01/2015 11:35

Eleitores cobram de Dilma mais combate a corrupção e inflação

Leonardo Rocha
Rafael espera que Dilma tome medidas sérias contra a corrupção (Foto: Marcelo Calazans)Rafael espera que Dilma tome medidas sérias contra a corrupção (Foto: Marcelo Calazans)
Eolália Gonzales disse que a presidente foi muito omissa no primeiro mandato e precisa mudar a situação (Foto: Marcelo Calazans)Eolália Gonzales disse que a presidente foi muito omissa no primeiro mandato e precisa mudar a situação (Foto: Marcelo Calazans)

Em entrevista com a população, os eleitores disseram que neste segundo mandato da presidente Dilma Rousseff (PT), ela precisa ser menos omissa em relação aos casos de corrupção no governo e também precisa melhorar a economia, principalmente, combater a inflação.

"Estava esperando uma troca de governo, até para que o mesmo partido não fique tanto tempo no poder, pois gera acomodação, mas espero que ela tome medidas fortes contra a corrupção", disse o design gráfico, Rafael Sammpei, de 29 anos.

Ele ressaltou que devido aso diversos casos de corrupção que foram divulgados, a população em todo país terá uma cobrança maior na presidente, neste sentido. "Os casos foram muito explícitos, é preciso melhorar esta situação".

A feirante Eolália Gonzales da Costa, 57, ponderou que não está confiante com este segundo mandato, pois o primeiro foi abaixo do esperado. "Ela foi muito omissa com os escândalos, tem que ter ser mais dura e efetiva com os ministros e sua equipe, tanto que quase não conseguiu a sua reeleição", citou ela.

Já Juliane Domingues, 19, que está desempregada, ressaltou que a presidente precisa tomar mais ações na área da saúde, ter mais projetos voltados a educação e se preocupar em melhorar o direito dos trabalhadores. "Não era bom continuar, mas como ganhou, tem que mudar o que está errado".

O taxista Emerson Fernandes, 28, ponderou que esta é uma ótima oportunidade para presidente corrigir os erros da primeira administração, principalmente para convencer aqueles que estão desiludidos com a política. "Tiveram muitos casos mal explicados, a impressão que ficou é que ela quis tapar o sol com a peneira".

O funcionário público, Márcio Corrêa, 60, lembrou que a presidente precisa cuidar da economia, principalmente com o aumento da inflação, que prejudica muito a população. "A eleição foi muito apertada, por isso acredito que ela (Dilma Rousseff) vai ser mais esperta e mudar algumas coisas, temos que torcer para não subir a inflação e que diminua os casos de corrupção".

A presidente Dilma Rousseff (PT) não venceu a disputa eleitoral na Capital e também no Estado, ficando atrás do candidato Aécio Neves (PSDB), que teve 56% dos votos, contra 44% da petista em Mato Grosso do Sul.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions