A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

08/10/2018 10:50

Eleitores já organizam manifestações #elenão e #elesim no 2º turno

Alinhado ao nacional, no último dia 29 de setembro, dois atos em diferentes regiões de Campo Grande reuniram centenas de manifestantes contrários e a favor

Danielle Valentim
Tudo começou, a partir do surgimento do grupo “Mulheres contra Bolsonaro” (Foto: Marta Ferreira)Tudo começou, a partir do surgimento do grupo “Mulheres contra Bolsonaro” (Foto: Marta Ferreira)
Ao mesmo tempo, geraram reações de eleitores favoráveis a Bolsonaro. (Foto: Henrique Kawaminami)Ao mesmo tempo, geraram reações de eleitores favoráveis a Bolsonaro. (Foto: Henrique Kawaminami)

As redes sociais comandaram as eleições 2018 no primeiro turno e, pelo visto, vão movimentar as votações à presidência no segundo. No Facebook, por exemplo, diversos eventos já são organizados para reunir eleitores pró-Bolsonaro e pró-Haddad pelo país.

Os convites se espalham pelo Brasil, mas ainda não há um evento nacional para alinhar os estados. Em Londrina, por exemplo, evento chama estudantes da UFCSPA (Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre) para se mobilizar contra o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, no próximo dia 13 de outubro. Por outro lado, em Campo Grande, evento chama a população a favor de Bolsonaro, para se reunir nos altos da Afonso Pena, no dia 10 de outubro.

No último dia 29 de setembro, dois atos em diferentes regiões de Campo Grande reuniram centenas de manifestantes contrários e a favor dos presidenciáveis. A PM (Polícia Militar) não quis fazer estimativa de público em nenhum dos dois protestos.

Nos dois eventos, os participantes foram convocados pelas redes sociais. Tudo começou, a partir do surgimento do grupo “Mulheres contra Bolsonaro” na rede social Facebook, que chegou a cerca de quatro milhões de participantes.

A partir dele, foram convocados atos em reação ao presidenciável do PSL e, ao mesmo tempo, geraram reações de eleitores favoráveis a Bolsonaro – que subiram a hashtag “#EleSim e também iniciaram mobilizações.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions