A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/03/2011 14:10

Em audiência no MEC, Delcídio e Biffi pedem ampliação do ensino técnico em MS

Fabiano Arruda

Parlamentares foram recebidos por secretário de Ensino Tecnológico

Secretário prometeu analisar pedido. (Foto: Divulgação)Secretário prometeu analisar pedido. (Foto: Divulgação)

O senador Delcídio do Amaral e o deputado federal Antonio Carlos Biffi, ambos do PT, foram recebidos em audiência na manhã desta quarta-feira, no MEC (Ministério da Educação), em Brasília (DF), pelo secretário de Ensino Tecnológico do ministério, Eliezer Pacheco, e solicitaram a expansão do ensino técnico de nível médio e superior em Mato Grosso do Sul.

O secretário prometeu analisar de “forma especial” o pedido apresentado na reunião.

Delcídio elogiou o trabalho de formação em Nova Andradina, onde o campus funciona há anos. O petista destacou o início das aulas em municípios onde as construções definitivas ainda estejam em andamento, como Campo Grande, Aquidauana, Três Lagoas, Ponta Porã, Coxim e Corumbá.

“A ideia agora é planejar o futuro e ampliar essa atuação, projetando unidades também em Dourados, Naviraí, Paranaíba, Amambai e Jardim, cujos prefeitos já manifestaram interesse e estão dispostos a colaborar no que for preciso para receber a escola técnica”, afirmou o senador.

Delcídio explicou que as cidades relacionadas agora permitirão atender todas as regiões do Estado.

“Os campus que vierem a ser implantados nessas cidades vão complementar a rede já está existente do IFMS e abrangerão também os municípios do entorno, criando inúmeros pólos de educação e qualificação de mão-de-obra para atender o desenvolvimento do nosso estado”, destacou.

(Com informações da assessoria)



IFMS crescendo com Mato Grosso do Sul!!!
 
Felipe Schultz em 16/03/2011 04:08:48
É elogiável e gratificante o interesse de tão ilustres políticos em prol da educação! resta a dúvida sobre quais segmentos técnicos serão supridos, se existe um público alvo para atendimento imediato, se após a conclusão do curso estes formados serão encaminhados ao emprego e se já poderiam atender profissionais em exercicio conforme a função?
 
Maria Rocha em 16/03/2011 03:21:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions