A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/06/2010 18:31

Em convenção, PSB decide apoiar André, Delcídio e Dilma

Redação

O PSB de Mato Grosso do Sul oficializou nesta segunda-feira o apoio à reeleição do governador André Puccinelli (PMDB), mas também decidiu pelo apoio a duas candidaturas petistas: Dilma Rousseff à Presidência da República e Delcídio do Amaral ao Senado.

"Preparamos toda uma estrutura para recebermos nossa militância, assistir o jogo da seleção e decidirmos em colegiado nosso futuro. Praticamente por unanimidade aprovamos a coligação que apóia o projeto de reeleição do atual governador André Puccinelli", afirma o presidente regional do partido, Sérgio Assis.

"Em nenhum momento levamos em consideração projetos pessoais, ponderamos sempre o melhor para o PSB. Fizemos reuniões com Zeca do PT inúmeras vezes e inclusive recebemos do senador Delcídio o convite para a 1º suplência ao Senado. Mas o que realmente fez a diferença na proposta do governador André Puccinelli foi o compromisso de apoio de nove prefeitos da região norte em abraçar nossas candidaturas, além da estrutura para campanha", prosseguiu o dirigente.

Na chapa para deputados estaduais, o PSB estará com PSC, PMN, PTC, PTN e PTB. Já na disputa para a Câmara dos Deputados, o partido ficará na chapa no chamado "chapão" com PMDB, PSDB, DEM, PRB, PMN e PR. Sérgio Assis e Mariuza são os candidatos homologados pelo PSB para a disputa.

O PSB terá 12 candidatos. Além dos 2 concorrentes à Câmara Federal, o partido tem 10 candidatos à Assembleia Legislativa: Lauro Davi (Cassems), o vereador Carlos Borges (Campo Grande), Chico Gimenez (Ponta Porã), Erisvaldo, Antonio Elite Bezerra, Samuel, vereador

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions